Respirar, Comer e Dormir – Laboratório de Pesquisa

Respirar, Comer e Dormir – Laboratório de Pesquisa

Imagem: Aby Warburg,TAVOLE Mnemosyne

Professora: Fábia Schnoor

1º semestre
16 de março a 29 de junho
Sábado, 09:00 – 13:00
R$ 450,00/mês


Projeto de pesquisa colaborativo, teórico e prático acerca de respirar, comer e dormir. O programa inclui mesas redondas com convidados, oficinas e conteúdos transdisciplinares.
São convidados a se inscrever estudantes, artistas e profissionais de todas as áreas de conhecimento que tenham interesse em expandir os limites da sua própria disciplina.

O Laboratório de pesquisa parte do contraponto entre o humano/natural e o humano/cultural para investigar três funções primordiais e essenciais da sobrevivência: respirar, comer e dormir.
A metodologia proposta se inspira livremente nos trabalhos de Aby Warburg e Giulio Camilo. Warburg, historiador, criador do Atlas Mnemosyne e da ciência sem nome, e Camilo, filosofo renascentista, orador, criador do Teatro da Memória. Muitas aproximações são possíveis entre eles. Ambos nos propõe a articulação de diferentes campos do saber e a imagem como algo ativo, que opera além dela mesma e faz nascer a memória do antigo sob novas formas. Os dois pensadores se valem do que está “entre”, da potência do intervalo, de algo que não se apresenta mas acontece nas relações e percursos possíveis entre as imagens, as disciplinas, entre o passado, o presente e o futuro.

As aulas se dividem em conteúdos teóricos e práticos transdisciplinares, junto ao acompanhamento das pesquisas que vão se estruturar a partir da metodologia proposta. As mesas redondas e oficinas serão compostas por convidados de diferentes campos do saber.

Cada participante do laboratório propõe e desenvolve uma pesquisa individual acerca de respirar, comer e dormir e estabelece uma forma de registro e documentação (escrita, desenho, fotografia, vídeo, som, dados científicos, entre outros).

A cada semana, os participantes apresentam seus processos e trazem elementos para integrar a pesquisa coletiva. Ao longo do tempo o grupo experimenta diferentes percursos e articulações entre as pesquisas e seus dados.

Como conclusão, os integrantes do programa apresentam suas pesquisas articuladas na pesquisa coletiva em uma exposição/experiência aberta ao público.

Bibliografia
Almeida, Milton José de
Teatro da Memória de Giulio Camilo
COTIA, SP: Atelie editorial:Editora da UNICAMP, 2005

Yates, Frances
A Arte da Memória
Editora da Unicamp, 2007

Agambem, Giorgio
A potência do pensamento: ensaios e conferências
Autentica Editora, 2017

Michaud, Philippe Alain
Aby Warburg e a Imagem em movimento
Contraponto Editora, 2013

Roob, Alexander
Il Museo Ermetico – Alchimia e Mistica
Taschen, 2014

Fábia Schnoor
Fábia Schnoor é artista visual. Vive e trabalha no Rio de Janeiro. Fez exposições no Brasil e no exterior dentre elas destacam-se as coletivas: Residual Benefits (Instituto de Arte Contemporânea de Phoenix – EUA – 2012) Abre Alas (A Gentil Carioca, RJ – 2013) e Noite Azul Elétrico (Mendes Wood, SP- 2013), Ressonâncias (Künstlerhaus Bethanien, Berlim – 2013), em 2014 foi indicada ao prêmio Pipa, participou da coletiva Flutuantes (Paço Imperial, RJ – 2018) e as individuais LUGAR (Centro Cultural Candido Mendes, RJ – 2015) Topografias do Instante (CCJF, RJ – 2016 ) e Post-It Drawings (55SP, SP- 2018) e ainda em 2018 participou da Bienal SIART Bolívia.