EAV Parque Lage

Cursos do professor



Millena Lízia

Sou uma pessoa vivendo este mundo em busca de uma caminhada com dignidades e saúdes. Busco as simplicidades, pois as coisas mais banais me chegam com camadas de desafios e complexidades Sou pesquisadora e artista contemporânea-ancestral, que assim venho me organizando desde as agitações diaspóricas das experiências pictóricas-epidérmicas vividas – apenas mais uma forma possível de apresentação, que deseja apontar que meu campo de atuação se faz na existência, nas relações, nos deslocamentos, nos enfrentamentos e nas fugas a partir da produção de imaginários. Venho colaborando desde 2011 com diversos encontros, produções, rodas e exposições coletivas. Dentre minhas formações institucionalizadas estão o mestrado em Estudos Contemporâneos das Artes (2018) pela Universidade Federal Fluminense, o curso de Montagem Cinematográfica e Edições de Vídeos (2012) pela Escola de Cinema Darcy Ribeiro e a graduação em Design Gráfico pelo Instituto Federal Fluminense (2009).

Curta duração 2020.2

Experiências Epidérmicas/Epidêmicas: movimentos para organizações de cadernos de artistas-pesquisadoras

A proposta de engajamento para essa edição do “Experiências Epidérmicas” (e suas dobras “/Epidêmicas”) se organiza certamente sob impacto da pandemia do COVID-19, mas se organiza principalmente contra este insistente projeto de humanidade que se arquiteta de forma tão indissociável com a produção de humilhações, com a hierarquização das vidas, com a aniquilação das dissidências e demais fertilidades da terra.

Como nos reorganizamos diante das tantas fragmentações investidas contra nossas existências? Esta é uma das perguntas que nos acompanha há gerações, que se reatualiza de acordo com os novos contextos e que nos servirá de guia para apoiarmos materialmente o desenrolar dos nossos encontros, conjuntamente com a proposta de produção de cadernos a partir daquilo que for do nosso desejo.

Longe de esperar que a confecção de cadernos venha a desempenhar um papel aglutinador de nossos cacos, espera-se que, com suas feituras, possamos mergulhar um pouco nas muitas camadas que nos compõem. Que, com esta ferramenta, ganhe alguma irrigação o exercício perseverante pela vida de transmutar fragmentações em multiplicidades, de sintetizar matérias úmidas que garantam alguma fertilidade mandacaru em tempos de aridez.

Se você está se perguntando onde está a pesquisa nessa proposição, ela está na busca pelas muitas formas de viver com dignidade.

Curta duração 2020.2
04 de agosto a 27 de outubro
Terças, de 19h às 22h
R$ 933,00 ou 3x de R$ 311,00

Saiba mais…

Curta duração 2021.1

Composteiras: saberes regenerativos com Beatriz Nascimento

Os processos de compostagem são entendidos nesta proposição não apenas como um modo ambientalmente responsável de gerenciamento dos resíduos do dia a dia. A proposta de construção deste grupo de estudos passa por nos relacionarmos com esta tecnologia terrestre também como um método para desenvolver pesquisas e materializar saberes comprometidos com o questionamento das lógicas hegemônicas de descartabilidade, produção de escassez e precariedade.

Neste semestre serão as trocas surgidas dos aprofundamentos nos saberes produzidos pela historiadora Beatriz Nascimento que conduzirão nossos encontros em roda online com as participantes. A partir da contribuição da intelectual brasileira sobre o quilombo somos convocadas a nos debruçar sobre a luta por ser numa sociedade fundada no autoritarismo. As respostas às tiranias, desde uma perspectiva quilombola oferecida pela Beatriz, se fazem nos modos encontrados de se estar junto, de se entender profundamente identificado com a terra e com o que de sustento e de memória trocamos desde onde estamos e lutamos por existir.

Resíduo/Registro/Resisto? Sem começo e sem fim, somos meio. Compostar é uma maneira de ofertar continuidade da vida ao exercer caminhos de fertilidades para os resíduos gerados na vida cotidiana.

Curta duração – 2021.1
09 de abril a 25 de junho
Sextas, de 18h às 21h
R$ 1.140,00 ou 3x de R$ 380,00
Saiba mais…

Semestral 2021.1

Experiências Epidérmicas/Epidêmicas: Movimentos para Organizações de Cadernos de Artistas-pesquisadoras/es

Exercitar o olhar crítico, capaz de perceber as relações subjetivas entre diferentes linguagens na contemporaneidade. Refletindo sobre o tempo e o mundo à nossa volta, seremos capazes de desenvolver uma curadoria do olhar com condições de converter ideias, ações e questionamentos em imagem, técnica e conceito, e vice-versa. Confrontar a dúvida e desenvolver respostas para perguntas que talvez ninguém esteja fazendo, ou que todos estejam se fazendo ao mesmo tempo.

Semestral 2021.1
02 de março a 22 de junho
Terças, de 18h às 21h
R$ 1.520,00 ou 4x de R$ 380,00
Saiba mais…

Walla Capelobo

Composteiras: saberes regenerativos com Beatriz Nascimento

Os processos de compostagem são entendidos nesta proposição não apenas como um modo ambientalmente responsável de gerenciamento dos resíduos do dia a dia. A proposta de construção deste grupo de estudos passa por nos relacionarmos com esta tecnologia terrestre também como um método para desenvolver pesquisas e materializar saberes comprometidos com o questionamento das lógicas hegemônicas de descartabilidade, produção de escassez e precariedade.

Neste semestre serão as trocas surgidas dos aprofundamentos nos saberes produzidos pela historiadora Beatriz Nascimento que conduzirão nossos encontros em roda online com as participantes. A partir da contribuição da intelectual brasileira sobre o quilombo somos convocadas a nos debruçar sobre a luta por ser numa sociedade fundada no autoritarismo. As respostas às tiranias, desde uma perspectiva quilombola oferecida pela Beatriz, se fazem nos modos encontrados de se estar junto, de se entender profundamente identificado com a terra e com o que de sustento e de memória trocamos desde onde estamos e lutamos por existir.

Resíduo/Registro/Resisto? Sem começo e sem fim, somos meio. Compostar é uma maneira de ofertar continuidade da vida ao exercer caminhos de fertilidades para os resíduos gerados na vida cotidiana.

Curta duração – 2021.1
09 de abril a 25 de junho
Sextas, de 18h às 21h
R$ 1.140,00 ou 3x de R$ 380,00
Saiba mais…