A performance da dança butoh

A performance da dança butoh

Foto: Erika Villeroy

Professor: Alain Alberganti
06 de março a 26 de junho
Segunda-feira das 18h às 21h
R$ 380,00/mês

Objetivos
O curso oferece a possibilidade de iniciar-se à dança butoh para construir uma nova relação corpo-mente a partir de um material de vida pessoal.

Conteúdo
Uma das principais características desta dança é a abolição da intenção. Quando uma forma está instalada, ou um movimento iniciado, o performer segue-o através do seu corpo, de uma articulação à outra, como se ele fosse espectador. Seu corpo age e sua atenção, livre de qualquer vontade, concentra-se por inteiro nos meios da execução e na consciência aguda do que está acontecendo nele. Assim nenhuma intenção ou “querer-fazer” cria resistência aos movimentos. O performer parece fazer movimentos que já foram decididos. Mais do que em qualquer outra dança, no butoh existe uma absorção do mental pelo físico que evoca o transe no qual o performer mantém sempre o controle do que ele está fazendo.

O curso trata os seguintes pontos práticos:

- Trabalho sobre micromovimentos corporais;
- Espera do movimento e negação da intenção racional;
- Imobilidade como fonte de energia e de imaginário;
- Retenção da energia;
- Enraizamento do corpo no chão através da bacia, da imobilidade, da respiração, da lentidão, do imaginário;
- Trabalho da bacia como motor dos movimentos;
- Apropriação do corpo a partir da fragmentação;
- Trabalho sobre três níveis de percepção corporal: a pele, a carne e o osso;
- Capacidade de relaxamento do corpo por uma série de manipulações do próprio corpo por uma outra pessoa;
- Desenvolvimento de um imaginário corporal através de improvisações baseadas nos elementos da natureza, nas cores, nas matérias, nos sons;
- Desenvolvimento das percepções orgânicas através de exercícios de olhos fechados ou vendados.

Um estudo teórico da dança Butoh aborda os seguintes temas:

- Histórico da dança butoh
- Os mestres fundadores (Kazuo Ohno, Min Tanaka)
- Filosofia e dança butoh
- O corpo sem órgãos da dança butoh
- A dança butoh como performance de arte visual
- Performance e instalação, corpo e espaço
- Performances butoh, teatral e de arte visual

Dinâmica
Trabalho prático a partir do material de vida de cada um para descontruir a relação cotidiana com o corpo. Criação de performances em lugares diversos (galeria, natureza, espaço urbano) a partir de uma exploração de elementos da natureza, de imagens, de mateiras, de músicas. Apresentações de performances.

Bibliografia
Aslan, Odette e Picon-Vallin, Béatrice. Butô(s), Paris: Ed. CNRS, 2002.
Biaocchi, Maura. Butoh – Dança Veredas da Alma, Ed. Palas Athena, 1995.
Deleuze, Gilles e Guattari Félix, Mil Platôs, Editora 34, 2011.
Foucault, Michel. O Corpo Utópico, As Heterotopias, N-1 Edições, 2013.
Ohno, Kazuo; Ohno, Yoshito. Kazuo. Ohno’s world: from without & within, Middletown: Wesleyan University Press, 2004.