Eventos

Guilherme Wisnik - Oscar Niemeyer: intuição trágica e repouso - 4/10

Guilherme Wisnik – Oscar Niemeyer: intuição trágica e repouso
Mediação: Ulisses Carrilho
Quarta-feira, 4 de outubro, 14:00–17:00
Auditório EAV Parque Lage [gratuito e aberto ao público]

 
Frequentemente interpretada como expoente de um hedonismo tropical e barroco, a arquitetura de Niemeyer, no entanto, pode ser interpretada como emblema de uma ruptura definitiva (moderna) com a unificação espacial barroca, individuando a arquitetura em formas isoladas e escultóricas. Daí o vazio impenetrável que envolve muitos de seus edifícios, como uma paisagem pintada por De Chirico.

 

  Guilherme Wisnik (São Paulo, 1972). Vive em São Paulo.
Professor na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP. Crítico de arte e arquitetura, é autor de livros como Lucio Costa (2001), Caetano Veloso (2005) e Estado crítico: à deriva nas cidades (2009). É membro da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) e da Latin American Studies Association (LASA). Foi curador da X Bienal de Arquitetura de São Paulo (2013), da Ocupação Cildo Meireles (2011), e da exposição Paulo Mendes da Rocha: a natureza como projeto (2012).

 
Veja a programação completa do Seminário A Síntese entre Arte, Arquitetura e Paisagem
Saiba quem foi Reynaldo Roels Jr.


APOIO INSTITUCIONALMAC