Eventos

Lançamento do livro Marca D’Agua

Imagem: Leo Battistelli “Ovo azul” [dethale]

Lançamento do livro Marca D’Agua com Leo Battistelli e Leonel Kaz
Segunda-feira, 12 Novembro, 19h
Salão Nobre da EAV Parque Lage
Gratuito | Aberto ao público


Marca d’Agua é o titulo do fotolivro que expõe a produção escultórica e fotográfica do artista Leo Battistelli entre os anos 1995 e 2018. O corpo de obras expostas no fotolivro forma um guia visual (como um filme), que pode ser visualizado em ambos os sentidos, da direita para esquerda ou da esquerda para direita, num modo circular e orgânico. Cada uma das obras nos transporta a diferentes simbologias; simbologias que abrem portais e mergulham em linguagens e conceitos, que têm como ponto comum a nossa própria vivência.

O fotolivro tem como objetivo realizar alianças e vínculos entre os diversos âmbitos que permeiam a existência humana. Leo Battistelli sente a necessidade de promover, atuar e gerar mudanças na falta de consciência social de que somos parte de um todo. Portanto, muitas áreas do conhecimento como a física, a botânica, antropologia, as artes plásticas, entre outras estão presentes nas obras do artista.

Leo Battistelli  é artista, curador e gestor cultural. Vive no Rio de Janeiro, nasceu em 1972 em Rosário, Argentina. Formado em Belas Artes, com especialização em escultura, na Universidad Nacional de Rosário, Battistelli estudou cerâmica no atelier de Leo Tavella, em Buenos Aires. Realizou exposições individuais e coletivas nas seguintes instuições: Museo Juan B. Castagnino, Rosario/ Fundación Federico J. Klemm, Buenos Aires/ Galería Antonio Berni, Rio de Janeiro/ Malba, Fundación Costantini, Museo de Arte Latinoamericano de Buenos Aires/ MACRO, Museo de Arte Contemporáneo de Rosario/ MoMA Stores New York/ Museo de Arte Moderna de São Paulo/ Fundación Proa Buenos Aires/ Centro Cultural Rojas, Buenos Aires/ Centro Cultural dos Correios Rio de Janeiro / Biblioteca Argentina, Rosario/ Museo de Arte Contemporáneo de Misiones/ MAC de Niteroi, Rio de Janeiro/ World Bank Main Complex, Washington. Produz para os ateliers Porcelanas Verbano e Cristaleria Vitrofin y Colbo, na Argentina, e para Cerâmica Luiz Salvador, Porcelanas Teixeira, e para seu próprio atelier na Floresta da Tijuca, no Brasil.

Leonel Kaz foi Secretário de Cultura e Esportes do Estado do Rio, presidente da Fundação de Artes do Rio/FUNARJ, curador do Museu do Futebol/SP e dos projetos do Museu de Arte do Rio/MAR e Museu do Amanhã. É co-autor e editor de cerca de 40 obras, todas dedicadas à cultura brasileira, tanto em Edições Alumbramento (com Salvador Monteiro) como em Aprazível Edições (com Nigge Loddi). Foi diretor de revistas em Bloch Editores e Editora Abril, onde chegou a diretor editorial adjunto. Foi coordenador de cursos da Casa do Saber/Rio e do Projeto Portinari/ PUC-Rio. É membro do Conselho do Instituto Brasileiro de Museus/IBRAM.