Eventos

Todo camburão tem um pouco de navio negreiro de Elian Almeida

Elian Almeida. Atlântico Negro (Tumbeiros), da série Todo camburão tem um pouco de navio negreiro. 2019

Fala Performática: Todo camburão tem um pouco de navio negreiro de Elian Almeida
Sexta-feira . 28 de Junho de 2019 . 15:00
Cavalariças da EAV Parque Lage

Na sexta-feira, dia 28/06, o artista Elian Almeida, que participa da exposição “Arte Naïf – Nenhum Museu a Menos“, realizará no espaço expositivo uma fala performática em diálogo com suas obras: “Atlântico Negro (Tumbeiros)” da série Todo camburão tem um pouco de navio negreiro, 2019 (foto), e “Ao que vai nascer (Coordenadas do Cais do Valongo)”, 2016/2019.

Elian Almeida é artista visual e educador. Vive e trabalha no Rio de Janeiro. Desenvolve uma pesquisa em diferentes mídias, essencialmente: escultura, instalação, performance e pintura. Com uma pesquisa que nos desloca a examinar a performatividade do corpo negro, em relações que moldam as construções e ações na sociedade contemporânea. Em um processo de arqueologia da memória histórica, evidencia-se em sua produção, que no deslocar do passado, presente em suspensão do futuro, a revisão e embate. O poder de síntese e a ressignificação em temas como a violência do estado, autoritarismo, decolonialidade e a comunicação na cultura visual.