EAV Parque Lage
Eventos

Workshop REVERBE

REVERBE

Workshop com Ana Lira e Marta Supernova
Dias 11, 16, 18, 23 e 25 de março
Inscrições abertas | Gratuito

Este workshop tem o objetivo de compartilhar entre os participantes metodologias de construção, articulação e circulação de produção cultural em contextos em que os elos entre base-materialização de um processo cultural não foram interrompidos pela lógica da objetificação das vivências artísticas.

A formação vai reunir atividades experimentação, mapeamento de estratégias de conexão e um ateliê aberto para compartilhamento de aprendizados de meios de circulação coletiva, como produção de rádio online, publicações independentes, fortalecimento de espaços independentes e processos de estudo-celebração.

O desejo é elaborar uma série de dispositivos de ativação coletiva com o intuito de promover materializações que ajudem a construir ações artísticas que podem ser vivenciadas para além do workshop. As atividades serão gratuitas. O importante deste projeto é que tenhamos um grupo disposto a construir uma conexão durante 5 encontros, de 4h de duração.

Este é um evento do Instituto Inclusartiz em parceria com a Escola de Artes Visuais do Parque Lage


Descrições do Grupo:
Vagas: 15 vagas
Carga Horária: 20h (entre encontros presenciais e ações de pesquisa)
Período: terças e quintas, das 19h às 22h – 11, 16, 18, 23 e 25 de março
Faixa etária: a partir de 16 anos, mas mãe com crianças pequenas podem participar.
Pré-requisitos: serem artistes negrodescendentes/afroameríndios que residam no Rio de Janeiro
Inscrições: ficha de inscrição + produção de uma carta de desejos que pode ser escrita, em áudio, em vídeo ou fotografia. Esta carta deve trazer uma proposição à questão: como compartilhamos saberes culturais sem interromper os elos com os nossos fundamentos/contextos de base?

Faça sua inscrição: formulário


MINIBIOS

Ana Lira é fotógrafa e artista visual que vive e trabalha em Recife, Brasil. As experiências em que procura estar presente passam por vivências, dinâmicas de escuta e processos de mediação. Neste sentido, os projetos que cria acontecem por meio de parcerias e criações coletivas que observam as entrelinhas e articulações das relações de poder que afetam nosso cotidiano e a forma como produzimos conhecimento no mundo.

Marta Supernova é uma artista multimídia e dj que reside no Rio de Janeiro. Constrói sua poética investigando sua ancestralidade, espiritualidade, seu corpo queernegrolatino e dos afetos-encontros que fazem criar-se e recriar-se uma necessidade.