EAV Parque Lage

Arquitetura da arte - montagem e espaços de exposições

Arquitetura da arte - montagem e espaços de exposições

Kimsooja. To Breathe. Centro Pompidou-Metz (extrato), 2015.

Professor: Sonia Salcedo

Curso de Curta duração 2020
05 de maio a 23 de junho
Terça-feira, 14:00–17:00
R$ 760,00 ou 2 parcelas de R$ 380,00

butao_venda

*Leia atentamente todas as normas de matrícula antes de se inscrever. Clique aqui.
Todos os alunos devem pagar a taxa administrativa anual. No caso dos alunos que realizarem o pagamento do curso on-line, a taxa administrativa anual no valor de R$100,00, deverá ser paga pelo aluno no dia que vier pegar seu comprovante de matrícula no curso, antes de entrar na aula, diretamente na secretaria da escola.


O curso verifica questões relativas as transformações nas concepções de espaços e montagens de exposições em diálogo com as mudanças nas poéticas artísticas. Apresenta a história das exposições, indicando uma reflexão sobre a prática expositiva dos dias atuais, complementada pelo exercício de um projeto expositivo.

Conteúdo
O programa investiga relações artístico-espaciais segundo fundamentos historiográficos inerentes a expografia da arte do século XX. Frente a legados deixados pelas propostas modernas e pós-modernas, as diferentes abordagens das concepções expositivas convergem em fonte de questionamentos poéticos e de pesquisa fundamentais a construção histórica da arte recente.

Metodologia
As aulas são estruturadas por temas-conceitos que se encontram em exposições exemplares, definidoras de uma lógica capaz de permitir ao aluno estabelecer analogias com a produção artística contemporânea, ampliando seu vocabulário criativo. Para ampliar o processo de reflexão proposto neste curso, além da criação de projetos e discussão sobre a leitura de textos escolhidos, estão previstas visitas-guiadas a exposições/eventos em complementação às aulas dadas na sala de aula da EAV (a marcar, conforme agenda cultural carioca e disponibilidade da turma).

Referências
CARTAXO, Zalinda. Pintura em Distensão. Rio de Janeiro: Centro Cultural Telemar, 2006.
______. A arte nos espaços públicos: a cidade como realidade. O Percevejo, Periódico do Programa de Pós Graduação em Artes Cênicas, PPGAC/UNIRIO, V. 01, N.01 –JAN-JUN, 2009.
CASTILLO, Sonia Salcedo del . Cenário da arquitetura da arte – montagens e espaços de exposições. Coleção Todas as artes. São Paulo: Martins, Martins Fontes, 2008.
______. Arte de expor – curadoria como expoesis. Rio de Janeiro; NAU Editora. 2014.
DÉOTTE, Jean-Louis; HUYGHE, Pierre. Le jeu de l’exposition. Paris: L’Harmattan, 1998.
DIDI-HUBERMAN, Georges. O que vemos o que nos olha. São Paulo: Ed. 34, 2010.
FREIRE, Cristina. Poéticas do Processo; arte conceitual no museu. São Paulo: Iluminuras, 1999.
KRAUSS, Rosalind. Escultura no Campo Ampliado. In: Arte & Ensaio. Revista do Programa de Pós Graduação Em Artes Visuais. EBA/UFRJ. Ano XV. N.17, 2008, P.135.
O’DOHERTY, Brian. No Interior do Cubo Branco: A Ideologia do Espaço da Arte. São Paulo: Martins Fontes, 2007.
RICO, Juan Carlo. Montagens de exposiciones: Museo, Arquitectura, Arte. Madrid: Silex, 1996.
_____. Museos, arquitectura, arte: los espacios expositivos. Madrid: Silex, 1994.

Sonia Salcedo
Pós-Doutora em Artes pelo CNPq junto ao PPGAC/ECO/UFRJ (2017). Doutora em Artes Visuais (2012, EBA/UFRJ), Mestre em História e Crítica da Arte (2002, EBA/UFRJ), Especialista em História da Arte e da Arquitetura (1998, PUC/RJ). Graduada em Cenografia (1990, UNIRIO) e em Arquitetura e Urbanismo (1982/USU) Comunicação Social pela Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (1985). Tem experiência nas áreas das Artes e Arquitetura, com ênfase em Expografia da Arte Contemporânea. Atua como pesquisadora e docente, nos seguintes temas: crítica de arte e recepção da obra de arte, teorias e práticas artísticas e curatoriais, exposição e história da arte, arquitetura museal e design de exposições. Desde 2014 é docente da Escola de Artes Visuais do Parque Lage – Rio de Janeiro. É artista curadora e autora dos livros Cenário da Arquitetura da Arte – montagens e espaços de exposições? (2008);Poética Expositiva (2011), Asas a Raízes (2015), Arte de Expor – curadoria como expoesis" (2015); Pontotransição (2016) e Da visualidade à cena: dimensões expositivas da arte (2017). Atua na área de Artes Visuais. Foi profissional técnica da Fundação Nacional de Arte (Funarte), de 1993 – 2018, integrando a comissão curatorial do Centro de Artes Visuais.