Brincadeira de Angola: capoeira é o Bicho [Arte em Família convida]

Brincadeira de Angola: capoeira é o Bicho [Arte em Família convida]

Brincadeira de Angola: capoeira é o Bicho [arte em Família convida]
Domingo, 07 de julho, 14:00-17:00
Professores: João Paranhos e Aline Cristine
Idade: 4 a 12 anos

Os cursos do arte em família são gratuitos.
A programação é destinada a crianças acompanhadas de seus familiares, incentivando a imaginação coletiva e a participação da família nas escolas.

RESERVAS: parquinho.eavparquelage@gmail.com
Até sexta-feira, às 16h.
Caso o participante não esteja presente 30 minutos antes do início da aula, a reserva será liberada para lista de espera. Sujeito a lotação.

INSCRIÇÕES NO DIA DA ATIVIDADE:
Secretaria da EAV Parque Lage

Sobre a oficina
Brincadeira de Angola é uma método para prática pedagógica da capoeira que toma por princípio o caráter lúdico da Capoeira Angola. A atividade propõe desenvolver potencialidades corporais, musicais e sócio-culturais através de jogos e movimentos brincantes.

Famílias fazem a atividade com as crianças, pedimos que todos venham com roupas leves e confortáveis.

Professores

João Paranhos é capoeirista, Percussionista, Mediador da Arte em Cultura Popular e Contador de História. Professor formado, em 2016, pelo Instituto Brasileiro de Capoeira e Educação pelo Método Brincadeira de Angola, possui trabalhos significativos em Escolas e Instituições sócio educadores. Possui experiência com publico especial, tendo um trabalho concreto no Instituto Benjamin Constant (2017). Trabalha como Músico desde 2002. Era o pandeiro em diversos grupos Regionais de Choro como: Jurubeba, Firula com Farofa e os Baurets, além de participar como percussionista em trabalhos musicais como: Vende Peixe-se, João Bernardo e o Bando e Flora qué Imbola, com passagens por casa de shows como Madame Vidal, Gafieira Elite, Casa Rosa, Estrela da Lapa, Fundição e Progresso, Sala Baden Powel entre outros. Avante a Cultura Popular!

Aline Cristine é professora formada em capoeira pelo Instituto Brasileiro de Capoeira Educação. Pratica capoeira desde 2007, tendo uma vasta experiência em eventos realizados em diversos lugares do Brasil e do exterior, ministrando vivências de Capoeira Angola e Samba de Roda em diversos lugares do Brasil, África, Europa e América Latina. Atua como cantora e dançarina do grupo Recônca-Rio, grande referência de Samba de Roda e estudos sobre a cultura popular no Rio de Janeiro. Como dançarina profissional trabalhou muitos anos com shows folclóricos e de cultura popular em espaços reconhecidos do Rio de Janeiro.