EAV Parque Lage

Carnaval na floresta [arte em família - especial carnaval]

Carnaval na floresta [arte em família - especial carnaval]

Imagem: Luana Vieira

Carnaval na floresta [arte em família – especial carnaval]
Sábado, 8 de Fevereiro de 2020, 10:30–12:30
Professor: Roberto França
Idade: crianças a partir de 4 anos e suas famílias

Os cursos do arte em família são gratuitos.
A programação é destinada a crianças acompanhadas de seus familiares, incentivando a imaginação coletiva e a participação da família nas escolas.

RESERVAS:
parquinho.eavparquelage@gmail.com
Até sexta-feira, às 16h.
Caso o participante não esteja presente 30 minutos antes do início da aula, a reserva será liberada para lista de espera.
Sujeito a lotação.

INSCRIÇÕES NO DIA DA ATIVIDADE:
Secretaria da EAV Parque Lage

Sobre o curso
Durante o mês de Fevereiro o Arte em Família realiza dois sábados de sua programação destinados ao carnaval. No sábado dia 8 acontecem duas atividades simultâneas: Energia solar (dedicada a confecção de fantasias) e Carnaval na floresta (dedicada a composição de músicas de carnaval). As atividades acontecerão separadamente e ao final estarão juntas para a realização de um Cortejo Solar pelo Parque Lage. Neste dia o público será composto por crianças, famílias e educadores da Lona Cultural Municipal Herbert Vianna e pelo público espontâneo da EAV- Parque Lage.

Atividade : Carnaval na Floresta

A atividade propõe um breve mergulho nos ritmos populares de Carnaval no Brasil, pensando nas contribuições afro brasileiras e indígenas dentro da construção desta manifestação tão importante em nossa cultura, nos ritmos mais conhecidos e seus instrumentos musicais específicos. Em seguida, faremos um ensaio de bloco com ritmos e instrumentos do Carnaval carioca, finalizando com um lindo cortejo pelo parque junto com os integrantes da atividade Energia solar.

Professor

ROBERTO FRANÇA
Rio de Janeiro, 1962. Vive no Rio de Janeiro.
Músico instrumentista, cantor e arte-educador. Integrou diversos corais do Rio de Janeiro. Estudou Canto Lírico e licenciatura em Música na UFRJ. Realiza projetos arte-educativos há mais de quinze anos na Maré. Criou a Orquestra de Flautas da Maré. Seu trabalho tem como objetivo valorizar e estimular a cultura popular brasileira em suas diversas manifestações no Brasil.