EAV Parque Lage

Colagem como forma de pensamento

Colagem como forma de pensamento

Pedro Varela – Detalhe de Sem título – acrílica e marcador sobre papel montado com alfinete, 2019. (Foto: Gui Gomes)

Professor: Pedro Varela

Cursos – Julho 2020
Julho . Quintas, de 15h às 17h
R$330,00

butao_venda

*Leia atentamente todas as normas de matrícula antes de se inscrever. Clique aqui.
A matricula online não oferece desconto. A política de descontos só é oferecida na matrícula com pagamento via boleto bancário.

A colagem é um dos procedimentos chave para se compreender a imagem da modernidade até os dias de hoje. Apesar de todas as mudanças que estamos vivendo nas últimas décadas, a colagem, como forma de pensar e não apenas como um meio, continua sendo mecanismo importante para a produção visual, e sua compreensão é necessária para analisarmos a produção de imagens na atualidade.

Desde Picasso e Braque, no início do século XX, passando pela pop art de Richard Hamilton até chegar na contemporaneidade com suas edições digitais e realidade ampliada, a colagem tem sido um mecanismo que norteia boa parte da produção visual. Podemos dizer que, anteriormente as primeiras colagens de Picasso e Braque, a idéia de tal prática ou edição de imagens já permeava a produção visual. Basta ver a organização espacial dos elementos presentes na composição de uma pintura da Idade Média, ou mesmo em um retrato renascentista, no qual a figura posando para o artista em seu estúdio se sobrepõe a um fundo pintado com uma paisagem exterior.

Pensar a colagem hoje é um desafio mas, também, um ótimo exercício de percepção da imagem que permite ao aluno ver de forma diferente sua construção no seu aspecto formal, técnico e conceitual.

Conteúdo
O curso abordará a colagem de forma ampla, entendendo-a como um recurso erramenta para lidar com a imagem e não apenas como mais um meio. O curso se desenvolverá através da prática de exercícios propostos pelo professor. Outra forma de participação ativa será a apresentação de trabalhos previamente produzidos pelos alunos do curso. . Ao longo do curso, haverá um acompanhamento crítico dos trabalhos, tendo como objetivo o desenvolvimento de uma poética singular de cada participante.

Nossa dinâmica de aula é dividida em 3 partes: provocação, exercício e análise.

PROVOCAÇÃO
Consiste na apresentação do professor de artistas que irão nortear os exercícios propostos. Importante afirmar que a ideia não é copiar e sim buscar um ponto de partida no processo criativo individual de cada aluno.

EXERCÍCIO
Exercícios práticos serão propostos a partir de imagens disponibilizadas pelo professor. A partir desses, o aluno começa a desenvolver uma prática que será acompanhada, visitada e trabalhada em conjunto com o professor. Referências e tópicos de estudo serão disponibilizados para todxs os alunxs.

ANÁLISE
Trocas entre alunxs e professor que se darão na plataforma digital disponibilizada para o curso. Os trabalhos serão apresentados e discutidos nos encontros. Além da plataforma digital para as aulas, será desenvolvido um Instagram – @colagemformadepensamento – no qual os trabalhos dos alunxs será postado.

Dinâmica
Aula por videoconferência.
Acompanhamentos individuais com debates coletivos em aula

Público
Indicado para pessoas interessadas em desenvolver processos artísticos e pessoas com processos artísticos em andamento.

Materiais necessários
Acesso à internet
Computador ou celular com câmera
Material para recorte como livros, revistas e outras imagens impressas de interesse do aluno
Papel com gramatura superior ou igual a 180
Tesoura
Estilete
Pincéis e cola para papel

Referências
ARGAN, G. C. Arte Moderna. São Paulo: Companhia das Letras, 1992.
BENJAMIN, Walter. A Obra de Arte na Era de sua Reprodutibilidade Técnica. In: Magia e Técnica, Arte e Política. Ensaios Sobre Literatura e História da Cultura. Obras Escolhidas. Vol. 1. São Paulo, Brasiliense, 1994.
BELL, Julian. Uma Nova História da Arte. São Paulo: WMF Martins Fontes. 2008.
FLUSSER, Vilém. Filosofia da caixa preta: ensaios para uma futura filosofia da
fotografia. Rio de Janeiro, RJ: Relume Dumará, 2002.
GOMBRICH, E. H. A história da arte. Rio de Janeiro: LTC Livros Técnicos e Científicos, 1995.

Colagem; Arte contemporânea; Arte Moderna; Instalação; Fotografia

Pedro Varela é artista visual e vem expondo seus trabalhos no Brasil e no exterior, tanto em instituições como Caixa Cultural, Instituto Valenciano de Arte Moderno, MAM/ RJ e MAR, como em galerias comerciais como Xippas, Zipper A Gentil Carioca, Luciana Caravello e Enrique Guerrero. Utiliza diferentes meios para construir o corpo de seu trabalho, levando um raciocínio de colagem para meios como pintura, desenho, instalação e escultura.