EAV Parque Lage

Composição: como ler obras bidimensionais

Composição: como ler obras bidimensionais

Gianguido Bonfanti – Detalhe, 2005

Professor: Gianguido Bonfanti

Curta duração 2020.2
03 de agosto a 26 de outubro
Segundas, de 16h às 18h30
R$ 380,00/mês

butao_venda

*Leia atentamente todas as normas de matrícula antes de se inscrever. Clique aqui.
A matricula online não oferece desconto. A política de descontos só é oferecida na matrícula com pagamento via boleto bancário.

PRÁTICA ARTÍSTICA, DESENHO, BIDIMENSIONAL

SOBRE
A partir do livro Ponto e Linha sobre o Plano de Wassily Kandinsky, o curso visa compartilhar ferramentas de educação do olhar para exercitar reflexões e produções de sentido sobre obras bidimensionais. As aulas propõem aprendizados fundamentais para o exercício de ateliê, como saber resolver o espaço pictórico equilibrando as tensões entre formas e cores.

CONTEÚDO
Serão propostos exercícios a partir de 1 ponto sobre o plano, seguindo a sequência da teoria da forma e da composição de Kandinsky. Os alunos realizarão cada exercício antes da aula. Durante a aula online, os exercícios serão analisados um a um, de modo que os alunos também acompanhem a investigação dos trabalhos de seus companheiros de curso.

DINÂMICA
Aulas por videoconferência
Exercícios semanais com acompanhamento coletivo em aula
Acompanhamentos individuais com debates coletivos em aula

PÚBLICO
Indicado para pessoas interessadas em desenvolver processos artísticos e pessoas com processos artísticos em andamento.

RECURSOS NECESSÁRIOS
Acesso à internet
Computador ou celular com câmera
Material para produção de obra, a escolha de cada aluno. Por exemplo: guache, pastel seco, papel (colagem), ou qualquer outro material com o qual o participante se sinta confortável para desenvolver seus trabalhos.

SECRETARIA
– Todos os cursos online emitem certificado.
– A matrícula online não oferece desconto.
– A política de descontos só é oferecida na matrícula com pagamento via boleto bancário.

GIANGUIDO BONFANTI
Primeiro de sua família italiana a nascer em outro país, porém os laços com a cultura italiana foram mantidos intensamente por seus familiares. Foi discípulo de Poty Lazzarotto de 1962 a 1966, companheiro de seu pai na Escola de Belas Artes-RJ, nos anos 1940. Frequentou a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo-UFRJ de 1968 a 1971, período dos anos de chumbo do Regime Militar. No final de 1971, tomou uma decisão radical: transferiu-se para Roma, Itália, onde se dirigiu à Academia de Belas Artes de Roma e foi aprovado no exame de admissão para o 2º da Academia. Segue as aulas até 1973 quando, no final deste ano, retorna ao Brasil. Frequentou o curso de gravura em metal administrado por Marília Rodrigues na Escolinha de Arte do Brasil de 1974 a 1977.
Em 1978 iniciou sua atividade docente na Escola de Artes Visuais do Parque Lage, onde continua atuando. Lecionou também na PUC – RJ, na Faculdade da Cidade e na Casa de Cultura Laura Alvim. Entre muitas exposições individuais destacam-se: Museu de Arte Contemporânea do Paraná, 1974; Galeria GB Arte, RJ, 1981; Petite Galerie, RJ, 1985; Thomas Cohn, RJ, 1988; Paulo Figueiredo, SP, 1991; MAM-RJ, 1996; MNBA-RJ, 2000 e 2002; Museu Metropolitano de Curitiba, Paraná, 2004; Galerie le Troisième Oeil, 2005, Paris (França); Galerie le Troisième Oeil, 2006, Bordeaux (França); Paço Imperial, RJ, Retrospectiva, 2009; Gustavo Rebello Arte, RJ, 2010. Paço Imperial, 2017. Wozen Gallery, 2017, Lisboa (Portugal) e Galerie le Troisième Oeil, 2017, Bordeaux (França).