EAV Parque Lage

COR E FORMA 2 – APROFUNDANDO QUESTÕES PICTÓRICAS

Professor: BERNARDO MAGINA

Cursos semestrais

03 de agosto a 23 de novembro. Terças, de 15h15 às 17h30
R$ 1.400,00 ou 4x de R$ 350,00

butao_matriculabutao_matriculabolsa

*Leia atentamente todas as normas de matrícula antes de se inscrever. Clique aqui.
A matricula online não oferece desconto. A política de descontos só é oferecida na matrícula com pagamento via boleto bancário.

SOBRE
O Cor e forma 2 é um curso com aulas prático-teóricas de pintura onde se discute essencialmente o pensamento plástico e as questões pictóricas que se desdobram dele. Tem como objetivo propor reflexões sobre o processo artístico a partir de apresentações e exercícios específicos. Foi concebido como uma continuação do Cor e Forma 1, mas é aberto para pintores de nível intermediário/avançado.

CONTEÚDO
Enquanto na primeira versão do curso são apresentados princípios de cor e forma, nesta versão, retomaremos alguns destes conceitos, aprofundando-os. Também veremos conceitos como: harmonias simultâneas, predominâncias cromáticas, maior controle rítmico, relação das linhas com o espaço, ver mais trabalhos de artistas coloristas, transparências, passagens e outras questões prático-teóricas. A partir de questões e exemplos, a turma fará exercícios que serão a base da discussão que encerra cada aula.

DINÂMICA
Aula expositiva em videoconferência; Exercícios semanais com acompanhamento coletivo em aula.

PÚBLICO
Indicado para pessoas interessadas em desenvolver processos artísticos e para pessoas com processos artísticos em andamento; Indicado para quem já tem alguma experiência com pintura e busca um aprofundamento em questões do pensamento plástico e do processo

 

REFERÊNCIAS
CRUZ, José Maria Dias da. Cromatismo Cezanneano. Florianópolis: Ed. Autor, 2010.
CRUZ, José Maria Dias da. Da cor ao cinza: rompimentos, revelações e passagens. Rio de Janeiro: Taba Cultural, 2001.
DIEBENKORN, Richard. “10 notes to myself on beginning a painting”. Disponível em: https://www.royalacademy.org.uk/article/diebenkorn-ten-rules. Acesso em: 03 abr. 2016.
DORAN, Michael (Ed). Sobre Cézanne: conversaciones y testimonios. Barcelona: Gustavo Gili, 1980.
DUCHAMP, Marcel. Le Processus Créatif. In: Duchamp du signe. Paris: Flammarion, 1994. p. 187-189.
FERREIRA, Glória; COTRIM, Cecília (Org.). Clement Greenberg e o debate crítico. Rio de Janeiro: Zahar, 1997.
FERREIRA, Glória; COTRIM, Cecília. Escritos de artistas: anos 60/70. Rio de Janeiro: Zahar, 2006.
KANDINSKY, Wassily. Ponto e Linha sobre Plano. Lisboa. 12ª edição. Edições 70. 1992.
KANDINSKY, Wassily. Do espiritual na arte. São Paulo: Martins Fontes, 1996.
KLEE, Paul. Sobre a arte moderna e outros ensaios. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001.
SYLVESTER, David. Entrevistas com Francis Bacon, a brutalidade dos fatos. São Paulo: Cosac Naify, 1995

RECURSOS NECESSÁRIOS
Acesso à internet
Computador ou celular com câmera
Lápis HB ou 2B
Borracha
Nanquim – 0.4 / 0.7mm
Pilot ou marcador, ponta maior ou igual a 1.0mm
Régua
Bloco de papel para desenho (gramatura inferior ou igual a 200)
Pincel chato escolar; tamanhos 4, 12 e 20
Pincel de ponta pequeno
Tintas guache nas cores: branco, preto, amarelo, azul, verde bandeira, magenta e vermelho
Bloco de papel para pintura (gramatura superior a 200)
Caixa de Pastel Oleoso (pelo menos 24 cores)

SECRETARIA
Todos os cursos online e presenciais emitem certificados; a política de bolsas só é oferecida na matrícula com pagamento via boleto bancário.

BERNARDO MAGINA
Artista e eventualmente curador. Nasceu em 1989, no Rio de Janeiro, onde vive. Mestre em Arte e Cultura Contemporânea pelo PPGARTES/ UERJ e graduado em Comunicação Social – Publicidade pela ECO/UFRJ. É professor dos cursos Pintura Além do Quadro, Cor e Forma, Dinâmica das Cores e Pintura Brasileira: lado B (este último em dupla com Clarissa Diniz) na Escola de Artes Visuais do Parque Lage. Foi assistente de ateliê de Orlando Mollica e, posteriormente, lecionou junto ao mestre no curso de Desenho Contemporâneo na mesma escola onde foi aluno de Evany Cardoso, Gianguido Bonfanti, Suzana Queiroga, João Goldberg, Marcelo Campos e foi monitor nos workshops de cor de José Maria Dias da Cruz. Trabalha com Desenho e Pintura e com suas possibilidades no campo expandido. Fundador e sócio do Studio Travellero onde se dedica a pinturas murais nas ruas e outros diálogos entre as cores e a arquitetura desde 2015.