EAV Parque Lage

Curadorias e seus métodos

Curadorias e seus métodos

Detalhe de Estopim e segredo. uma exposição cinco cortes – EAV Parque Lage, 2020. Foto: Clarissa Diniz

Professora: Clarissa Diniz

Semestral 2020.2
04 de agosto a 12 de dezembro
Terças, de 19h às 21h.*
* Os encontros variam de acordo com o cronograma anunciado no site
R$ 1.300,00 ou 4x de R$325,00

butao_venda

*Leia atentamente todas as normas de matrícula antes de se inscrever. Clique aqui.
A matricula online não oferece desconto. A política de descontos só é oferecida na matrícula com pagamento via boleto bancário.


CURADORIA, HISTÓRIA DAS EXPOSIÇÕES, MUSEOLOGIA, HISTORIOGRAFIA, DESCOLONIZAÇÃO, EDUCAÇÃO

SOBRE
O curso propõe uma abordagem metodológica sobre a prática curatorial. Através de aulas expositivas, do estudo de dossiês produzidos para o curso e de encontros com curadorxs convidadxs, propõe-se pensar a curadoria para além do fato-exposição. Analisando projetos curatoriais específicos, nos debruçaremos sobre seus métodos de criação e de desenvolvimento, refletindo – coletiva e criticamente – acerca de suas implicações econômicas, sociais, institucionais, éticas, políticas e educacionais.

CONTEÚDO
Em todo o curso estaremos atentos aos modos da prática curatorial. Introdutoriamente, mapearemos aspectos metodológicos da curadoria e analisaremos alguns casos da história das exposições no Brasil. A esse momento inicial, se seguirão nove encontros com curadorxs convidadxs nos quais refletiremos coletivamente sobre historicizar, colecionar, arquivar, deslocar, politizar, racializar, colaborar, vingar e educar como métodos em curadoria. Por fim, a partir das reflexões amadurecidas ao longo dos encontros, retomaremos a cartografia introdutória do curso, lançando mais perguntas para o porvir.

Além das aulas introdutórias, de caráter expositivo, o curso será constituído por encontros com curadorxs convidadxs. Para a melhor realização desses encontros – que acontecerão em formato de entrevista – será necessária a dedicação dxs participantes ao estudo de dossiês elaborados sobre a prática curatorial de cada convidadx.

Uma semana antes dos encontros, xs participantes do curso receberão um documento contendo textos, imagens, links e entrevistas relativos à prática curatorial dx referidx convidadx, com especial ênfase nos projetos a serem debatidos.

É solicitado aos participantes que estudem o dossiê, elaborem perguntas e as enviem para a professora até dois dias antes do encontro, para que sejam compiladas e organizadas de modo a elaborar uma entrevista que contemple, desde o início, as questões dos participantes do curso.

Os encontros serão constituídos por uma breve apresentação por parte dx curadorx convidadx, pela realização da entrevista elaborada a partir das perguntas previamente enviadas pelxs participantes, depois, por uma conversa aberta.

CRONOGRAMA

AGOSTO
Terça, 4 de agosto > introdução / curadoria e método
Terça, 11 de agosto > Brasil: abordagem metodológica de casos históricos
Terça, 18 de agosto > historicizar (Marcelo Campos)

SETEMBRO
Terça, 8 de setembro > colecionar (Bitu Cassundé)
Terça, 22 de setembro > arquivar (Ana Pato)

OUTUBRO
Terça, 6 de outubro > deslocar (Beatriz Lemos)
Terça, 13 de outubro > politizar (Daniel Lima)

NOVEMBRO
Terça, 3 de novembro >racializar (Diane Lima)
Terça, 17 de novembro>colaborar (Pablo Lafuente & Sandra Benites / Dja Guata Porã)

DEZEMBRO
Terça, 1 de dezembro >vingar/mobilizar (Denilson Baniwa)
Quinta, 3 de dezembro > educar (Ulisses Carrilho)
Sábado, 12 de dezembro > encerramento

DINÂMICA
Aula expositiva por videoconferência
Compartilhamento de referências semanais com debates coletivos em aula

PÚBLICO
Indicado para pessoas interessadas em conhecer e/ou pesquisar o tema.

RECURSOS NECESSÁRIOS
Acesso à internet
Computador ou celular com câmera
Não é necessário material específico, mas é solicitado que xs participantes dediquem seu tempo fora da sala de aula para estudo dos dossiês e preparação para o encontro com xs curadorxs convidadxs.

SECRETARIA
– Todos os cursos online emitem certificado.
– A matrícula online não oferece desconto.
– A política de descontos só é oferecida na matrícula com pagamento via boleto bancário.

CLARISSA DINIZ
É curadora, escritora e professora em arte. Graduada em artes pela UFPE, mestre em história da arte pela UERJ e doutoranda em antropologia pela UFRJ, foi editora da revista Tatuí (revistatatui.com.br). Além de alguns livros publicados, tem textos incluídos revistas e coletâneas sobre arte e crítica de arte, a exemplo de Criação e Crítica – Seminários Internacionais Museu da Vale (2009); Artes Visuais – coleção ensaios brasileiros contemporâneos (Funarte, 2017); Arte, censura, liberdade (Cobogó, 2018); Amérique Latine: arts et combats (Artpress, março 2020). Desenvolve curadorias desde 2008 e, entre 2013 e 2018, atuou no Museu de Arte do Rio – MAR, onde realizou projetos como Do Valongo à Favela: imaginário e periferia (cocuradoria com Rafael Cardoso, 2014); Pernambuco Experimental (2014) e Dja Guata Porã – Rio de Janeiro Indígena (cocuradoria com Sandra Benites, Pablo Lafuente e José Ribamar Bessa, 2017). Em 2019, organizou a mostra À Nordeste (cocuradoria com Bitu Cassundé e Marcelo Campos. Sesc 24 de Maio, São Paulo) e integrou o Curso de Formação e Deformação da EAV, processo anticoncluído com a exposição Estopim e Segredo.