EAV Parque Lage

A Dinâmica das Cores

A Dinâmica das Cores

Professor: Bernardo Magina

Curta Duração 2020
04 de março a 22 de abril
Quarta-feira, 10:00 – 13:00
R$760,00 ou 2 parcelas de R$380,00
 

butao_venda

*Leia atentamente todas as normas de matrícula antes de se inscrever. Clique aqui.
Todos os alunos devem pagar a taxa administrativa anual. No caso dos alunos que realizarem o pagamento do curso on-line, a taxa administrativa anual no valor de R$100,00, deverá ser paga pelo aluno no dia que vier pegar seu comprovante de matrícula no curso, antes de entrar na aula, diretamente na secretaria da escola.

Objetivos
Curso teórico sobre a dinâmica da cor e sua quarta dimensão: o tempo. Serão analisadas algumas das teorias propostas por artistas desde Da Vinci até os dias de hoje com ênfase nos estudos de José Maria Dias da Cruz sobre Cézanne. O curso tem como objetivo fazer o aluno pensar o uso da cor para além do círculo cromático tradicional newtoniano. Harmonia e ritmo da cor na criação de paletas.

Conteúdo
Os alunos entenderão porque dentro do cromatismo cezanneano não se utilizam nomenclaturas vinculadas ao círculo cromático tradicional como cores primárias, secundárias, frias, quentes, pastéis etc… para pensar o uso da cor. Como o fenômeno do rompimento do tom, tão explorado por Cézanne, confere a dimensão temporal ao estudo da cor. Pontos de convergência e divergência de teóricos e artistas como Da Vinci, Newton, Goethe, Albers, Poussin, Israel Pedrosa e José Maria Dias da Cruz.

Dinâmica
Exposição e discussão das principais teorias das cores formuladas. Exercícios de percepção cromática, ritmo das cores, construção de paletas e harmonização dinâmica.

Referências
ALBERS, Josef. A interação das cores. Martins Fontes, 2019
DIAS DA CRUZ, José Maria. O cromatismo cezanneano. Florianópolis. Ed. Do autor, 2010
DIAS DA CRUZ, José Maria. Da cor ao cinza.
GOETHE. Doutrina das cores. Ed. Nova Alexandria, 1993
PEDROSA, Israel. O Universo da cor. Rio de Janeiro: Senac Nacional, 2008. 160. P. II
PEDROSA, Israel. Da cor à cor inexistente. Rio de Janeiro. Leo Christiano Editorial Ltda, 1995

Bernardo Magina
Artista e eventualmente curador. Nasceu em 1989, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha. Mestre em Arte e Cultura Contemporânea pelo PPGARTES/ UERJ. Foi assistente de atelier de Orlando Mollica e, posteriormente, lecionou junto ao mestre no curso de Desenho Contemporâneo na Escola de Artes Visuais do Parque Lage.
Na mesma escola, foi aluno de Evany Cardoso, Gianguido Bonfanti, Suzana Queiroga, João Goldberg, Marcelo Campos e foi monitor nos workshops de cor de José Maria Dias da Cruz. Participa de exposições e pelo Studio Travellero realiza instalações, além das pinturas murais nas ruas.