EAV Parque Lage

Entre Ontem e Amanhã: Laboratório de Pesquisa e Acompanhamento

Entre Ontem e Amanhã: Laboratório de Pesquisa e Acompanhamento

Gerorge Adeagbo – “Knowing oneself, does one know who the other is…?” Africa in Jerusalem – The Israel Museum, Jerusalém

Professora: Fábia Schnoor

Semestral 2020.2
04 de agosto a 10 de dezembro
Terças e quintas, de 11h às 13h
R$ 1800,00 ou 5x de R$ 360,00

botao_venda

*Leia atentamente todas as normas de matrícula antes de se inscrever. Clique aqui.
A matricula online não oferece desconto. A política de descontos só é oferecida na matrícula com pagamento via boleto bancário.

ARTE COMTEMPORANEA, PRÁTICA ARTÍSTICA, ABY WARBURG, GIULIO CAMILLO DELMINO

SOBRE
O laboratório de pesquisa é desenvolvido tendo como ponto de partida o pensamento de Giulio Camillo Delmino e Aby Warburg. O programa inclui conteúdos teóricos multidisciplinares, propostas práticas e convidados que apresentam suas pesquisas. A proposta estimula a autonomia da pessoa no processo de construção da sua linguagem, tem caráter horizontal de troca e é sem pré-requisitos. A inscrição é aberta a todos de qualquer área que tenham interesse em trabalhar de forma colaborativa.
Em tempos de quarentena, o curso acontece todo em formato digital e se apresenta como um lugar de troca e processo. O objetivo é introduzir uma metodologia de pesquisa para o desenvolvimento de projetos pessoais ou coletivos.
Os participantes desenvolvem sua pesquisa pessoal e paralelamente participam da construção da pesquisa coletiva com imagens, objetos, sons ou outra(s) mídia(s) de sua escolha.
O laboratório, antes da pandemia, já trazia na sua concepção o desdobramento virtual das práticas de sala de aula e agora se expande significativamente para este território se valendo de novas ferramentas digitais e humanas para sua construção.
O laboratório oferece um contingente de bolsas e descontos de acordo com o número de inscritos, a partir de carta de intenção de meia lauda tendo como critérios a equidade, diversidade e a ordem de chegada.

CONTEÚDO
• Metodologia de pesquisa transdisciplinar para desenvolvimento de projetos
• Conteúdo teórico de diferentes campos do saber
• Exercícios práticos individuais e coletivos
• Acompanhamento da pesquisa individual pelo coletivo
• Conversas entre convidados de diferentes áreas
• Leitura de textos multidisciplinares, filmes, e artistas como referência.

A partir da natureza do grupo e do percurso proposto a pesquisa se desenvolve de forma prática e teórica paralelamente. A partir dos exercícios propostos cada participante estabelece uma ou mais formas de coleta de dados: observações, imagens próprias, trabalhos de arte, fotografias, áudios, objetos, notícias, filmes, jornais, entre outros. Nos encontros essas informações se confrontam, são organizadas de diversas formas e analisadas, sugerem mapas e seus itinerários, sendo então montados e remontados em painéis. O objetivo é desvelar conteúdos inéditos que o material selecionado traz, dando vida a um dispositivo de relações e associações dinâmicas.

DINÂMICA
Aulas por videoconferência
Exercícios semanais com acompanhamento coletivo em aula
Acompanhamentos individuais com debates coletivos em aula
Compartilhamento de referências semanais com debates coletivos em aula

PÚBLICO
Indicado para pessoas interessadas em desenvolver processos artísticos e pessoas com processos artísticos em andamento.

REFERÊNCIAS

YATES, Frances. A Arte da Memória. São Paulo: Editora da Unicamp, 2007.
ALMEIDA, Milton José de. Teatro da Memória de Giulio Camilo. COTIA, SP: Ateliê editorial: Editora da UNICAMP, 2005.
AGAMBEN, Giorgio. A potência do pensamento: ensaios e conferências. Belo Horizonte: Autêntica; 2017.
DARWIN, Charles A expressão no homens e nos animais.
São Paulo: Companhia das letras, 2009
DIDI-HUBERMAN, O que vemos, o que nos olha
São Paulo: Editora 34, 2010
MICHAUD, Philippe Alain. Aby Warburg e a Imagem em movimento. Rio de Janeiro: Contraponto, 2013
ROOB, Alexander. Il Museo Ermetico – Alchimia e Mistica. Taschen, 2014

RECURSOS NECESSÁRIOS
Acesso à internet
Computador ou celular com câmera

SECRETARIA
– Todos os cursos online emitem certificado.
– A matrícula online não oferece desconto.
– A política de descontos só é oferecida na matrícula com pagamento via boleto bancário.

FÁBIA SCHNOOR
Nasceu em 1976 no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha. É artista visual, pesquisadora independente e professora da Escola de Artes Visuais do Parque Lage.
Tem formação em artes visuais (EAV), e Arte Educação na Escolinha de Arte do Brasil.
Em 2009, participa do curso História e Tempo: História e Cultura da Memória com a professora Margarida de Souza Neves na PUC-RJ.
De 2009 a 2012, participa do curso Análise e Inserção da Produção Contemporânea com Iole de Freitas. Em 2012 é selecionada para o programa Projeto Pesquisa com Glória Ferreira e Luiz Ernesto, ambos na Escola de Artes Visuais do Parque Lage.No mesmo ano, atua como assistente do artista Antony Gormley na montagem do trabalho Amazonian Field – CCBB-RJ . Em 2013, participa do programa de Residência Berlin Im Fokus em Berlim e em 2015 faz a residência ECHANGEUR 22, na França.

Participou de exposições coletivas no Brasil e no exterior, dentre elas:
Residual Benefits, phICA, Instituto de Arte Contemporânea de Phoenix – Arizona, EUA 2012, Abre Alas, A Gentil Carioca, RJ, 2013, Noite Azul Elétrico, Mendes Wood – SP, 2013, A Imagem em Questão, EAV, 2013, Ressonâncias, Künstlerhaus Bethanien, Berlim, 2013.
Em 2014 é indicada ao Prêmio Pipa e em 2015 faz a exposição individual LUGAR, no Centro Cultural Cândido Mendes – RJ, a convite de Paulo Sérgio Duarte que assina a curadoria e o texto crítico. Em 2016 faz a individual topografia do instante, com curadoria de Keyna Eleison, no Centro Cultural da Justiça Federal – RJ. Em 2017 participa da coletiva A Escola em Transe com curadoria de Lisette Lagnado e Ulisses Carrilho, na EAV e é selecionada para o projeto Imersões Poéticas, com orientação de Marcelo Campos, Marisa Florido, Efrain Almeida e Cadu. Em 2018 faz a coletiva Flutuantes, no Paço Imperial-RJ em 2018 e a individual Post-It Drawings na Galeria 55SP – SP com curadoria Julia Moreli. Fábia participa ainda em 2018 da Bienal Internacional de Arte SIART – “LOS ORÍGENES DE LA NOCHE”, Bolivia, com curadoria de Keyna Eleison.