EAV Parque Lage

Escrita de artista

Escrita de artista

Imagem: detalhe de escritos do Guilherme Vaz.

_
Professor: Franz Manata

Curso Semestral 2020.1
03 de março a 23 de junho
Terça-feira, 14:00–17:00
R $1.520,00 ou 4 parcelas de R$ 380,00

butao_venda

*Leia atentamente todas as normas de matrícula antes de se inscrever. Clique aqui.
Todos os alunos devem pagar a taxa administrativa anual. No caso dos alunos que realizarem o pagamento do curso on-line, a taxa administrativa anual no valor de R$100,00, deverá ser paga pelo aluno no dia que vier pegar seu comprovante de matrícula no curso, antes de entrar na aula, diretamente na secretaria da escola.

Curso teórico e prático sobre escrita de artista. Destinado aqueles que querem conhecer o pensamento por trás dos textos e das obras dos artistas, e para os que buscam desenvolver o seu próprio repertório de escrita. A partir de textos dos artistas: Artur Barrio, Cildo Meireles, Guilherme Vaz, Hélio Oiticica, John Cage, Lygia Clark, Marcel Duchamp, Tunga, entre outros, discutiremos como são escritos, como articulam as questões estéticas, tanto formais quanto conceituais.

Conteúdo
– Apresentação dos artistas, obras, vida e questões estéticas
– Análise de um texto de cada artista

Dinâmica
Aulas teóricas com apresentação de vasto conjunto de imagens e vídeos
Apresentação de técnicas e exercício de escrita
Leitura e comentário da produção dos participantes

Referências
BASUALDO, Carlos. Hélio Oiticica Quasi-Cinemas. New York: Hatje Cantz and Wexner Center, 2001.
BRETT, Guy. Brasil Experimental-arte/vida, proposições e paradoxos. Rio de Janeiro: Contra Capa, 2005.
CAMERON, Dan; HERKENHOFF, Paulo; MOSQUERA, Gerardo. Cildo Meireles. São Paulo: Cosac Naify, 1999.
CLARK, Lygia, Rio de Janeiro: FUNARTE, 1980. In: FUNDACIÓ ANTONI TÀPIES DE BARCELONA. Lygia Clark. Barcelona, 1997. Catálogo de exposição.
DE DUVE, Thierry. O que fazer da vanguarda? In: Arte & Ensaios, Revista do Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais – EBA / UFRJ, Rio de Janeiro, n. 20, jul. 2010. Disponível em ppgav.eba.ufrj.br
DUCHAMP, Marcel. O ato criador. Disponível em: https://liviafloreslopes.files.wordpress.com/2015/12/duchamp-marcel-o-ato-criador.pdf.
FERREIRA, Glória; COTRIM, Cecília (orgs.). Escritos de Artistas – Anos 60/70. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2006.
FERREIRA, Glória (Org.). Crítica de arte no Brasil: temáticas contemporâneas. Rio de Janeiro: Funarte, 2006.
FIGUEIREDO, Luciano (Org). Lygia Clark – Hélio Oiticica Cartas 1964-1974. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 1996.
GALERIE NATIONALE DU JEU DE PAUME. Hélio Oiticica. Catalogue d’exposition. Paris: Editions Jeu de Paume, 1992.
MANATA, Franz. Guilherme Vaz – Uma fração do infinito. Rio de Janeiro: Ed. EXST. 2016.
OITICICA, Hélio. Aspiro ao grande labirinto. Rio de Janeiro: Rocco, 1986.
TOMKINS, Calvin. Duchamp uma biografia. São Paulo: Cosac Naify, 2004.
TUNGA. Barroco de Lírios. São Paulo: Cosac Naify, 1997.

Franz Manata é artista, curador e professor. Mestre em Linguagens Visuais pela EBA-UFRJ, com formação em Economia e especialização em Sociologia e Administração Financeira na PUC-MG. Trabalhou, durante oito anos, no departamento curadoria do MAM-RJ. Nos últimos anos, publicou textos, participou de debates, encontros, palestras e comissões de seleção. Atualmente leciona na Escola de Artes Visuais do Parque Lage, RJ, é curador independente e consultor de arte para instituições públicas, coleções privadas e corporativas. Como artista trabalha em parceria com Saulo Laudares desenvolvendo o duo Manata Laudares, e desde 1998 vem participando de exposições individuais e coletivas, no Brasil e exterior. São representados pela Sé Galeria, em São Paulo.