EAV Parque Lage

Exercícios Fundamentais de pintura

Exercícios Fundamentais de pintura

Peter Doig – Lapeyhouse, 2004

Professor: Luiz Ernesto

Semestral 2020.2
03 de agosto a 07 de dezembro
Segundas, de 14h às 17h
R$ 1710,00 ou 5x de R$ 342,00

botao_venda

*Leia atentamente todas as normas de matrícula antes de se inscrever. Clique aqui.
A matricula online não oferece desconto. A política de descontos só é oferecida na matrícula com pagamento via boleto bancário.

PINTURA, PRÁTICA ARTÍSTICA, VELATURAS, TEXTURAS, OPACIDADES E TRANSPARÊNCIA, REPRESENTAÇÃO DE VOLUME, ESTUDO DE CORES, PREPARAÇÃO DE SUPORTE

SOBRE
Introdução às técnicas de pintura e acompanhamento de trabalhos pessoais.

CONTEÚDO
Através de exercícios práticos, o aluno terá uma introdução às diversas técnicas de pintura que lhe possibilitem iniciar um trabalho pessoal. Neste momento fará parte das aulas o acompanhamento crítico de tais trabalhos sob a luz da arte contemporânea.

DINÂMICA
Aula por videoconferência.
Exercícios semanais com acompanhamento coletivo em aula.

PÚBLICO
Indicado para pessoas interessadas em desenvolver processos artísticos e pessoas com processos artísticos em andamento.

REFERÊNCIAS

ARGAN, Giulio Carlo. Arte Moderna. Companhia das Letras, São Paulo, 2010.

FERREIRA, Glória e COTRIM, Cecília (org.). Escritos de Artistas, anos 60/70. Editora
Zahar, Rio de Janeiro, 2006.

FLORES, Laura Gonzalez. Fotografia e Pintura: Dois meios diferentes?. São Paulo: Wmf Martins Fontes, 2011. 280 p.

SCHWABSKY, Barry. VITAMIN P. Phaidon, 2011. 352 p.

GODFREY, Tony.Painting Today. Phaidon, 2009.

RECURSOS NECESSÁRIOS
Acesso à internet
Computador ou celular com câmera
Tintas acrílicas (seis cores sortidas, preto e branco)
Cartão duplex
Pincel tigre série 815 ou similar de três tamanhos: 12, 22, 24.

SECRETARIA
– Todos os cursos online emitem certificado.
– A matrícula online não oferece desconto.
– A política de descontos só é oferecida na matrícula com pagamento via boleto bancário.

LUIZ ERNESTO
Artista plástico e professor da Escola de Artes Visuais do Parque Lage desde 1980. Ex- aluno desta escola, foi seu diretor de 1998 a 2002. Em 1992, contemplado com uma bolsa de estudos pelo Conselho Britânico, passou um ano na Escócia, no Glasgow Print Studio, onde desenvolveu uma série de trabalhos em diferentes técnicas de gravura. Desde 1979, tem participado de exposições individuais e coletivas. Seu trabalho desenvolve-se em diversos meios, como desenho, pintura, objetos e fotografia e, tem como ponto de partida, os objetos banais do cotidiano. Desde 2001, vem desenvolvendo um trabalho em fibra de vidro, resina de poliéster e fotografia. O artista é representado, no Rio de Janeiro, pela Silvia Cintra Galeria de Arte e, em São Paulo, pela Galeria Emma Thomas.