EAV Parque Lage

Experiências Gráficas: Narrativas Cotidianas

Experiências Gráficas: Narrativas Cotidianas

Bia Amaral – de amigos e encontros, 2020

Professoras: Bia Amaral e Giodana Holanda

Curso de Férias – 2021
14 de janeiro a 11 de fevereiro
Quintas, de 18h às 20h
R$ 380,00

butao_matriculabutao_matriculabolsa

*Leia atentamente todas as normas de matrícula antes de se inscrever. Clique aqui.


ARTE CONTEMPORÂNEA, COTIDIANO, NARRATIVAS

SOBRE
O curso pretende explorar narrativas do cotidiano no contexto atual e criar poéticas através de experimentos gráficos utilizando diversos recursos, tradicionais e digitais.

CONTEÚDO
O ano de 2020 mudou o cotidiano de todos, nossas atividades e relacionamentos tornaram-se majoritariamente digitais por meio de plataformas de videoconferência e mídias sociais. Grande parte das práticas cotidianas passaram a ser realizadas a partir do espaço privado da casa – trabalho, ensino, encontros, eventos artísticos. Lentamente, as atividades presenciais se restabelecem no espaço público. Nesse cenário do COTIDIANO, pretendemos explorar diversas formas de NARRATIVAS – gráficas, fotográficas e textuais.

CRONOGRAMA
O primeiro dos cinco encontros, será para apresentações e introdução ao curso. Nos encontros seguintes serão apresentadas visões de três autores sobre o cotidiano, trabalhos de artistas, sugestões para exercícios, e discussão dos trabalhos semanais. O último encontro será de apresentação e avaliação dos resultados.

DINÂMICA
O curso terá uma abordagem prática e experimental. Em cinco encontros semanais on-line por meio de videoconferência apresentaremos referências teóricas, sugestões para pesquisas e discussões relacionadas ao tema proposto, além de exercícios gráficos e fotográficos que possam ser executados em casa, sem os equipamentos de uma oficina. Os trabalhos serão desenvolvidos individualmente, mas discutidos em grupo e acompanhados pelas professoras.

PÚBLICO
Indicado para pessoas interessadas em desenvolver processos artísticos e para pessoas com processos artísticos em andamento. Não exige conhecimentos prévios.

REFERÊNCIAS

DE CERTEAU, Michel. A invenção do cotidiano. Editora Vozes, 1994.

PEREC, George. Tentativa de esgotamento de um local parisiense. Editora G. Gill, 2016

DEBORD, Guy. Teoria da deriva. In: Berenstein Jacques, Paola. Apologia da deriva Escritos situacionistas sobre a cidade. Casa da Palavra, 2003.

RECURSOS NECESSÁRIOS
Acesso à internet
Computador ou celular com câmera

SECRETARIA
– Todos os cursos online emitem certificado.
– A matrícula online não oferece desconto.
– A política de descontos só é oferecida na matrícula com pagamento via boleto bancário.

BIA AMARAL
Graduada em Projeto Gráfico na Escola de Belas Artes da UFRJ, cursou desenho e teoria no MAM, RJ, litografia, serigrafia, fotografia e pintura na Escola de Artes Visuais do Parque Lage e gravura em metal na PUC-Rio. A partir dos anos 80 participa de diversos salões e coletivas no Brasil e exterior. Mostra seu trabalho em exposição individual em 1988, em Curitiba, e 1991 e 2004 no Rio de Janeiro. Recebeu o prêmio Estágio de Gravura no Salão de Arte Contemporânea de Pernambuco em 1987. Ministrou cursos de gravura no MAM, RJ, no Sesc-Tijuca, na Mostra Rio Gravura em 99. Desde 93 é professora da Escola de Artes Visuais do Parque Lage e faz parte da equipe que em 1998 implantou o NAT_EAV.

GIODANA HOLANDA
Artista visual. Doutora e Mestre em Design pela PUC-Rio na linha de pesquisa em Arte e Tecnologia. Graduada em Arquitetura e Urbanismo pela UFPE. Possui formação complementar e experiência nas áreas de gravura, fotografia e imagem digital. É professora da Escola de Artes Visuais do Parque Lage desde 1984, onde atua nos núcleos de Imagem Gráfica e de Arte e Tecnologia. Tem interesse nas questões relacionadas ao cotidiano urbano e à mobilidade, narrativas digitais, cartografias subjetivas e uso de aplicativos para dispositivos móveis.