Exposição Campo

Exposição Campo

SOBRE A EXPOSIÇÃO
EDUCATIVO
FICHA TÉCNICA

PROGRAMA EDUCATIVO – UMA ESCOLA DENTRO DA ESCOLA
Gratuito | Aberto ao público

Uma escola dentro da escola é a proposição do núcleo de ação educativa da exposição Campo. Pretendemos investigar juntos aos públicos a importância da EAV Parque Lage na formação dos artistas e a importância dos artistas no desenvolvimento desta escola. Para isso, criamos uma série de encontros, tais como: visitas, formações, ativações e oficinas nas quais pensaremos sobre as relações entre arte, educação e formação. Como os artistas criam? Como se formam? Como nos formamos na relação com a arte? Vamos instaurar uma escola livre de arte temporária – dentro da escola – e juntos vivenciar a exposição, a floresta e os espaços da EAV Parque Lage como um campo aberto para a experiência com a arte.

O programa será formado por artistas e educadores ex-alunos da EAV Parque Lage.


Visitas agendadas para grupos
Visitas para grupos escolares, universitários, ONGs e instituições diversas. Voltada para pessoas de todas as idades. Serão realizadas pela equipe do educativo e necessitam de agendamento prévio.
Duração – 1h. Gratuita.
Segunda, quarta, quinta e sexta-feira – 10:30 e 14:30
Mais informações: agendamento.eavparquelage@gmail.com
Faça sua solicitação através do formulário: clique aqui.


AtivAÇÃO
Por meio de ações coletivas, pensadas para todas as idades, o programa educativo pretende construir um campo aberto para experimentar e ampliar as discussões que permeiam a exposição. Cada semana os educadores e educadoras vão criar dispositivos e realizar atividades que serão convites a outros encontros possíveis com às reflexões e questões propostas por Campo. As AtivAÇÕES acontecem em diferentes espaços da EAV Parque Lage, tendo as cavalariças como ponto de encontro. Suas rotas serão anunciadas a cada semana.
Duração – 1h . Gratuito
Domingo – 14h30


Visitas temáticas
Visitas para público espontâneo, oferecidas aos interessados em conhecer a exposição através de diferentes olhares. Cada visita terá um tema que se relaciona com os artistas, suas obras e poéticas, que será abordado pelos educadores. Nos horários pré-estabelecidos, serão formados grupos mistos e diversos para diálogos coletivos sobre a questão proposta.

Duração – 1h . Gratuita
Quarta, quinta, sexta e domingo – 11:40
Sábado – 11:40 e 14:30

PROGRAMAÇÃO SEMANA 4 – 18 – 23 SET

QUA, 18 SET . 11h40 – Frente a frente
Convidamos o público a buscar conexões visuais e conceituais entre as obras a partir das proximidades físicas na expografia de CAMPO. Com Nivea Santana (Educadora, atriz e geógrafa).

QUI, 19 SET . 11h40 – Presença da ausência
Esta visita propõe, a partir das obras Ágrafo de Laura Lima e Gamboa II de Beatriz Milhazes, perceber possíveis presenças sugeridas pelos rastros no espaço. Com Nivea Santana (Educadora, atriz e geógrafa).

SEX, 20 SET . 11h40 – O lugar das coisas
Dizer que algo, um objeto, está deslocado de um lugar pressupõe que existe um lugar a priori. Mas existe? Com Rodrigo Ferreira (Educador e artista visual).

SÁB, 21 SET . 11h40 – Campo Ampliado
Uma visita panorâmica sobre a ideia de campo e espaço presente nas obras dos artistas na exposição. Com Rodrigo Ferreira (Educador e artista visual).

DOM, 22 SET . 11h40 – Nomes Possíveis
A visita temática terá como reflexão os títulos dos trabalhos presentes na Exposição CAMPO. A partir disso, iremos realizar um exercício criativo sobre as obras expostas, imaginando que outros títulos são possíveis criar para elas. Com Antonio Amador (Educador e artista visual).

SEG, 23 SET . 11h40 – Espaço de ficção
Nesta visita iremos discutir a arte enquanto dispositivo de diferentes construções ficcionais a partir dos trabalhos de Adriana Varejão e Ágrafo de Laura Lima. Com Andressa Rocha (Educadora e bacharelanda em História da Arte).

PROGRAMAÇÃO SEMANA 3 – 11 – 16 SET

QUA, 11 SET . 11h40 – Fazer igual para fazer diferente
A conversa abordará questões relacionadas à reprodução técnica e suas diferentes abordagens nos trabalhos de Daniel Senise e Luiz Zerbini. Com Antonio Amador (Educador e artista visual).

QUI, 12 SET . 11h40 – Vestígios e Resíduos
A conversa abordará os processos artísticos e desdobramentos na reorganização de materiais a partir das obras O sol me ensinou que a história não é tão importante, de Daniel Senise e Ágrafo, de Laura Lima. Com Andressa Rocha (Educadora e bacharelanda em História da Arte).

SEX, 13 SET . 11h40 – Artista-aluno, Aluno-artista
Quando o artista deixa de ser aluno e o aluno se torna artista? Nesta conversa buscamos investigar os processos de legitimação e reconhecimento no campo da arte. Com Rodrigo Ferreira (Educador e artista visual).

SÁB, 14 SET . 11h40 – Algo acontece aqui
Nesta visita iremos discutir a arte enquanto dispositivo de diferentes construções ficcionais a partir dos trabalhos de Adriana Varejão e Ágrafo de Laura Lima. Com Andressa Rocha (Educadora e bacharelanda em História da Arte).

SÁB, 14 SET . 14h30 – Presença da ausência
Esta visita propõe, a partir das obras Ágrafo de Laura Lima e Gamboa II de Beatriz Milhazes, perceber possíveis presenças sugeridas pelos rastros no espaço. Com Nivea Santana (Educadora, atriz e geógrafa).

DOM, 15 SET . 11h40 – Campo Ampliado
Uma visita panorâmica sobre a ideia de campo e espaço presente nas obras dos artistas na exposição. Com Andressa Rocha (Educadora e bacharelanda em História da Arte).

DOM, 15 SET . 14h30 – ativAÇÃO – ComPosições cromáticas
O público será convidado a organizar e reorganizar o espaço do trabalho Gamboa II de Beatriz Milhazes utilizando folhas coloridas translúcidas dispostas no chão. A partir da posição das cores no espaço, serão feitas diversas composições cromáticas mutáveis e coletiva. A cor e as relações construídas pelos públicos serão o foco da ação.

SEG, 16 SET . 11h40 – PAF!
Iremos investigar o conceito de campo gravitacional tendo como disparador o trabalho Paff (Turmeric), do artista Ernesto Neto. Com Rodrigo Ferreira (Educador e artista visual).

PROGRAMAÇÃO SEMANA 2 – 04 – 09 SET

QUA, 04 SET . 11h40 – Presença da ausência
Esta visita propõe, a partir das obras Ágrafo de Laura Lima e Gamboa II de Beatriz Milhazes, perceber possíveis presenças sugeridas pelos rastros no espaço. Com Nívea Santana (Educadora, atriz e geógrafa)

QUI, 05 SET . 11h40 – Artista-aluno, aluno-artista
Quando o artista deixa de ser aluno e o aluno se torna artista? Nesta conversa buscamos investigar os processos de legitimação e reconhecimento no campo da arte. Com Rodrigo Ferreira (Educador e artista visual)

SEX, 06 SET . 11h40 – Fazer igual para fazer diferente
A conversa abordará questões relacionadas à reprodução técnica e suas diferentes abordagens nos trabalhos de Daniel Senise e Luiz Zerbini. Com Antonio Amador (Educador e artista visual)

SÁB, 07 SET . 11h40 – Espaço de ficção
Nesta visita iremos discutir a arte enquanto dispositivo de diferentes construções ficcionais a partir dos trabalhos de Adriana Varejão e Ágrafo de Laura Lima. Com Andressa Rocha (Educadora e bacharelanda em História da Arte)

SÁB, 07 SET . 14h30 – O lugar das coisas
Dizer que algo, um objeto, está deslocado de um lugar pressupõe que existe um lugar a priori. Mas existe? Com Antonio Amador (Educador e artista visual)

DOM, 08 SET . 11h40 – CAMPO
Uma visita panorâmica sobre a ideia de campo e espaço presente nas obras dos artistas na exposição. Com Rodrigo Ferreira (Educador e artista visual)

DOM, 08 SET . 14h30 – ativAÇÃO – O vão entre
Esta ativAÇÃO será um convite a observar as obras de Adriana Varejão a partir de uma série de dispositivos que estarão no hall do palacete ao longo do dia. Às 14:30 acontecerá uma ação em diálogo com a obra Ruína Modernista II ao redor da piscina do Parque Lage.

SEG, 09 SET . 11h40 – Frente a frente
Convidamos o público a buscar conexões visuais e conceituais entre as obras a partir das proximidades físicas na expografia de CAMPO.
Com Andressa Rocha (Educadora e bacharelanda em História da Arte)

PROGRAMAÇÃO SEMANA 1 – 26 AGO – 02 SET

QUA, 28 AGO . 11h40 – Claro e Escuro no Campo
Visita na qual iremos pensar sobre a relação entre luz e sombra no espaço expositivo, tendo como ponto de partida a obra Gamboa II, da artista Beatriz Milhazes. Com Andressa Rocha (Educadora
e bacharelanda em História da Arte) e Rodrigo Ferreira (Educador e artista visual).

QUI, 29 AGO . 11h40 – PAF!
Iremos investigar o conceito de campo gravitacional tendo como disparador o trabalho Paff (Turmeric), do artista Ernesto Neto. Com Nívea Santana (Educadora, atriz e geógrafa) e Rodrigo Ferreira (Educador e artista visual).

SEX, 30 AGO . 11h40 – A Invenção de Espaços
A partir das obras de Adriana Varejão e da relação que se estabelece com a arquitetura da Escola
de Artes Visuais do Parque Lage, a visita será um diálogo acerca da atualização do desejo colonial na produção de imagens. Com Andressa Rocha (Educadora e bacharelanda em História da Arte)
e Nívea Santana (Educadora, atriz e geógrafa).

SÁB, 31 AGO . 11h40 – Dentro/Fora
Considerando a localização da Escola de Artes Visuais, será sugerido um diálogo entre as monotipias de Luiz Zerbini e a floresta ao redor. Com Nívea Santana (Educadora, atriz e geógrafa) e Rodrigo Ferreira (Educador e artista visual).

SÁB, 31 AGO . 14h30 – Campo Expandido
Uma visita panorâmica sobre a ideia de campo e espaço presente nas obras dos artistas na exposição. Com Antonio Amador (Educador e artista visual) e Andressa Rocha (Educadora e bacharelanda em História da Arte).

DOM, 01 SET . 11h40 – Vestígios e Resíduos
A conversa abordará os processos artísticos e os desdobramentos na reorganização de materiais
a partir da obra O sol me ensinou que a história não é tão importante, do artista Daniel Senise. Com Antonio Amador (Educador e artista visual) e Andressa Rocha (Educadora e bacharelanda em História da Arte).

SEG, 02 SET . 11h40 – Algo acontece aqui
Será proposta uma conversa sobre a ideia de cena e suas construções nas artes visuais a partir da obra Ágrafo, da artista Laura Lima. Algo acontece aqui? Com Antonio Amador (Educador e artista visual).