I Mostra Imagem em Movimento do Parque Lage 2016

A Escola de Artes Visuais do Parque Lage tem o prazer de anunciar a realização de sua I Mostra Imagem em Movimento, em parceria com a Casa França-Brasil.

A mostra inaugura no dia 16 de abril (sábado) às 15h, reunindo vinte e três artistas estudantes da escola, com obras fílmicas produzidas durante o Seminário de Projeto – Imagem em Movimento.

Do Seminário de Projeto na EAV Parque Lage

Esse Seminário foi desenvolvido a partir do convite que a Escola de Artes Visuais do Parque Lage recebeu do Centre d’Art Contemporain de Genebra para participar da seção especial BIM Special Projects: Generations, enviando até cinco trabalhos de alunos usando imagem em movimento.

A fim de indicar os cinco candidatos aptos a participar de um conceituado concurso internacional, foi montada uma Comissão de seleção com professores da escola, artistas  e críticos, Cadu, Fernando Cocchiarale e Marcos Bonisson que, junto com a direção e coordenação de ensino, analisou um total de sessenta e sete propostas enviadas ao programade formação gratuitavoltado especialmente para o Núcleo de Arte e Tecnologia (NAT) do Parque Lage.

Com o objetivo de levar para Genebra obras da mais alta qualidade e solidez conceitual, foi realizado um seminário na forma de um laboratório de 40 horas, concebido especialmente como módulo avançado do programa de formação gratuita Práticas Artísticas Contemporâneas (PAC EAV Parque Lage).

Visandoestimular e dar todo suporte técnico aos alunos da Escola de Artes Visuais do Parque Lage, o seminário permitiu orientar, aperfeiçoar e finalizar os projetos iniciais por meio de encontros e palestras com profissionais convidados, em que foram realizadas discussões e leituras coletivas, clínicas individuais, e acompanhamento técnico para desenvolvimento de narrativas e montagem.

Entre os dias 1 e 31 de março, diversas atividades foram ministradas por um grupo constituído de artistas, professores e curadores: Analu Cunha, Bernardo José de Souza, Gabriela Gusmão, Ivan Capeller, Joel Pizzini, Karen Harley, Lisette Lagnado, Luisa Duarte, Lula Buarque, Marcos Bonisson, Michelle Sommer, Pablo León de La Barra, Ricardo Mello, entre outros nomes com ampla e reconhecida experiência nas áreas de vídeo, cinema e mídia digital.

A estrutura curricular do Seminário foi dividida em três atividades:

– Palestras sobre o contexto da imagem em movimento na arte
– Clínicas para a definição conceitual do roteiro
– Acompanhamento de produção e edição no Núcleo de Arte e Tecnologia (NAT) da EAV

Da exposição dos estudantes do Parque Lage na Casa França-Brasil

A presente exposição integra a disciplina de formação, como desdobramento do programa Curador Visitante – Ação Extra Muros da Escola de Artes Visuais do Parque Lage, elaborado pela curadora e diretora Lisette Lagnado.

A Casa França-Brasil expõe o resultado desse laboratório no período de 16  de abril a 1 de maio de 2016. Durante a Mostra será formada uma nova comissão de especialistas do meio das artes visuais para indicar as cinco obras fílmicas a serem enviadas a Genebra.

Participaram do laboratório no NAT os seguintes estudantes cujas obras serão vistas na Casa França-Brasil:

Alessandra Bergamaschi, Aline Baiana, Ana Emerich, André Sheik, Anna Costa e Silva, Bete Esteves, Carla Miguelote, Caroline Pavão, Clelio de Paula, Denise Adams, Duda Las Casas, Gabriel Junqueira, Guerreiro do Divino Amor, Igor Vidor, Khalil Charif, Lucas Ferraço Nassif, Luisa Marques, Luiza Porto & Márcia Bellotti, María Sabato, Mariana Kaufman, Michel Schettert, Poliana Pieratti, Rodrigo Alcon Quintanilha

 

SOBRE O BIM

BIM Generations é uma nova plataforma da Biennale de l’Image en Mouvement de Genebra.

A Escola de Artes Visuais do Parque Lage foi uma das quinze escolas de arte internacionais a ser convidada.

O concurso estabelece em seu regulamento que cada escola pode submeter o dossiê de até 5 (cinco) estudantes regularmente inscritos em seus programas de formação.

No total, setenta e cinco candidatos de várias partes do mundo participam do BIM. Desse grupo, apenas dez serão convidados a integrar o núcleo Generations durante em maio de 2016.

Em seguida, uma comissão composta de profissionais internacionais selecionará um desses dez artistas estudantes a participar como artista oficial da BIM 2018.

O vencedor será contemplado com um prêmio de produção de 10 000 Francos suíços (cerca de 40 337 Reais brasileiros, no câmbio de janeiro de 2016).

Desta forma a EAV Parque Lage integra a suas atividades de formação uma etapa expositiva como atividade extra muros, criando assim mecanismos de visibilidade e projeção de sua comunidade docente e discente, contribuindo para o fortalecimento de uma ampla rede de troca de experiências.

Assim, o Parque Lage não somente abre sua produção para a comunidade artística como se torna agente da inserção profissional de seus estudantes no circuito da arte, ampliando as fronteiras para outros continentes.