O Desenho na Arte Contemporânea. Das Vanguardas Artísticas à Contemporaneidade

O Desenho na Arte Contemporânea. Das Vanguardas Artísticas à Contemporaneidade

Professor: Valerio Ricci Montani

2º semestre 2019
12 de agosto a 09 de dezembro
Segunda-feira, 14:00–17:00
R$ 380,00/mês

O curso propõe analisar a técnica do desenho nas principais manifestações artísticas do século XX e da arte contemporânea, tendo como premissa a ruptura definitiva com a tradição acadêmica e a renovação do conceito do fazer artístico das vanguardas. Por meio de aulas teóricas e práticas, será proposto desenvolver projetos individuais a partir do trabalho de artistas como Pablo Picasso, Henri Matisse, David Hockney, Kiki Smith (Colagem), Guillame Apollinaire, Mira Schendel, Bruce Nauman, Barbara Kruger, Alighiero Boetti (Poesia Visual), Max Ernest, Masao Okabe, Do Ho Suh (Surrealismo, Frottage), Kandinskij, Klee, Mirò, Cy Twombly (Abstracionismo), Ad Reinhardt, Frank Stella, Agnes Martin, Carl Andre, Sol LeWitt, Robert Morris, Olafur Eliasson (Arte processual), entres outros.

Conteúdo
No século XX as vanguardas artísticas mudam consideravelmente o conceito de arte, criando uma ruptura definitiva com a tradição acadêmica do século anterior. A partir do ‘900 novos fermentos culturais e filosóficos, junto com o desenvolvimento de formas de reprodução de imagens até esse momento inéditas (fotografia e cinema), permitem à arte a exploração de novos territórios, abandonando a função de representação fiel da realidade (mimesis). O interesse dos artistas muda em direção de outras realidades interiores, onde a sensibilidade tem plena autonomia expressiva. As pesquisas artísticas desenvolvem novas técnicas e poéticas, que darão vida a fenômenos como o expressionismo, cubismo, surrealismo etc.. até a arte contemporânea.
Nesse contexto o desenho também assume uma identidade autônoma e, além da sua originária função de reprodução naturalística ou de fase projetual do trabalho, se legitima como técnica própria. O desenho adquire as características de uma linguagem expressiva independente e separada das outras artes, torna-se lugar de pensamento poético e território de ideias para os artistas que exploram novas pesquisas.

Dinâmica
O curso é constituído em módulos divididos em aulas teóricas e práticas. No conteúdo teórico serão analisadas as obras, as técnicas e o contexto histórico-cultural dos artistas escolhidos, com o auxílio de projeções de imagens e vídeos. As aulas práticas serão estruturadas como um laboratório/workshop, no qual os alunos desenvolvem projetos individuais, experimentando as técnicas e os métodos apresentados.

Bibliografia
AGAMBEN, Giorgio. Nudez. Belo Horizonte: Autêntica, 2014.
AGAMBEN, Giorgio. O que é o contemporâneo? e outros ensaios, Chapecó: Argos, 2009.
AGAMBEN, Giorgio. Profanações, São Paulo: Boitempo, 2007.
ARCHER, Michael. Arte contemporânea – uma história concisa. São Paulo: Martins Fontes, 2008.
ARGAN, Giulio Carlo. Arte Moderna. São Paulo: Companhia das Letras, 1992.
BORGES, Jorge Luis. O Livro dos Seres Imaginários. Rio de Janeiro: Companhia das Letras, 2007.
DIDI-HUBERMAN, Georges. O que nós vemos, o que nos olha, Porto: Dafne Editora, 2011.
FERREIRA, Glória; COTRIM, Cecília (Orgs.). Escritos de artistas – Anos 60/70, Rio de Janeiro: Zahar, 2009.
TOMPKINS, Calvin. As vidas dos artistas. São Paulo: BEI Comunicação, 2009.

Filmografia
Paula Rego: Histórias e Segredos. Direção Nick Willing, 2017.
Troublemakers: The Story of Land Art. Direção James Crump, 2015.
Gerhard Richter Painting. Direção Corinna Belz, 2011.

Valerio Ricci Montani, Valerio Ricci Montani (Campiglia Marittima, Itália, 1976), vive e trabalha no Rio de Janeiro. E’ artista visual e professor da EAV Parque Lage e da PUC Rio. E’ graduado e pós-graduado em Artes Visuais na Accademia di Belle Arti de Frosinone e de Roma, Itália. Foi residente na Résidence Artistique l’Echangeur 22, Avignon (2015), Mongin Artist in Residence Program em Seoul (2011) e na HSF – Harlem Studio Fellowship em Nova York (2009). Sua obras estão presentes nas coleções Gilberto Chateaubriand, MAM – Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro; Collezione Musumeci Greco, Roma; Nomas Foundation, Roma, entre outras.