O que resta?

O que resta?

Montagem com imagens da internet

Professores: Franz Manata e Caio Neves

2º semestre
06 de agosto a 26 de novembro
Segunda-feira, 19:00–21:00
R$ 380,00/mês

O curso, teórico, aborda as questões éticas e estéticas da obra de Marcel Duchamp, John Cage, Hélio Oiticica, Lygia Clark, Cildo Meireles e Guilherme Vaz. A partir de suas obras e textos, debateremos porque tais questões sobrevivem ao tempo e como ainda podem impactar esse século.

Objetivos
O curso propõe uma reflexão sobre as contribuições que os artistas Marcel Duchamp, John Cage, Hélio Oiticica, Lygia Clark, Cildo Meireles e Guilherme Vaz oferecem à história da arte, observando em que medida suas práticas ainda podem impactar e dialogar com o contexto que vivemos nesse início de século. Serão discutidas questões relevantes para o campo da arte, entre elas: o papel social do artista, do público e do sistema, bem como, os sinais de diluição e maneirismo presentes na produção artística atual.

Conteúdos abordados
− O artista, o público e as instituições artísticas;
− O som, o silêncio e o acaso;
− A vontade construtiva na arte brasileira;
− Noções de programa e processo;
− Supressão do objeto artístico;
− Proposições coletivas na arte contemporânea;
− Participação do espectador;
− Papel social do artista no início do século XXI;
− Diluições e maneirismo na arte hoje.

Dinâmica/Metodologia
Curso teórico, pautado na análise de imagens e textos apresentando: percurso, trabalhos e questões colocadas pelos artistas abordados.

Bibliografia
Marcel Duchamp
O ato criador.
TOMKINS, Calvin; Duchamp uma biografia; Cosac & naif. SP; 2005. Pág. 517-519.
John Cage
DIÁRIO: COMO MELHORAR O MUNDO ( VOCÊ SÓ TORNARÁ AS COISAS PIORES). In: CAGE, John. De segunda a um ano. Editora Hucitec. SP; 1985. Pág. 03-20
Hélio Oiticica
Esquema geral da Nova Objetividade.
OITICICA, Hélio. Galerie Nationale du Jeu de Paume. Paris; 1997. Pág. 110-119
Lygia Clark
Da supressão do objeto (anotações).
CLARK, Lygia, Fundació Antoni Tàpies. Barcelona; 1997. Pág. 264- 269
Cildo Meireles
Inserções em Circuitos Ideológicos 1970-75.
CAMERON, Dan; HERKENHOFF, Paulo; MOSQUERA, Gerardo. Cildo Meireles. Cosac & Naify. SP; 1999. Pág. 110-116
Guilherme Vaz
Guilherme Vaz – Eu sou o que eu posso ser
MANATA, Franz; NEVES, Caio. EXST. RJ; 2016. Pág. 63-85

Franz Manata é artista, curador e professor. Mestre em Linguagens Visuais, com formação em Economia e Sociologia. Leciona na Escola de Artes Visuais do Parque Lage, RJ. Como artista integra o duo Manata Laudares, representado pela Sé Galeria, SP.

Caio Neves é artista, pesquisador e professor. Graduado em Cinema e Audiovisual e Mestre em Comunicação Social pela UFF (PPGCOM-UFF). Atualmente é assistente de curadoria e orientador da área de cinema do Centro Cultural da UERJ.