EAV Parque Lage

PARQUINHO LAGE FICA EM CASA – ARTE DE VESTIR

PARQUINHO LAGE FICA EM CASA – ARTE DE VESTIR

Arte de vestir [diário de bordo]
Para crianças e suas famílias
Materiais sugeridos: roupas velhas, sucata, plásticos, cola, grampeador, materiais de costura, tinta, papéis diversos, pincel e canetinhas


PARQUINHO LAGE FICA EM CASA

O parquinho lage convida as crianças a realizarem um diário de bordo sobre suas vivências dentro do universo que estarão imersos durante os próximos dias. Além de criar um arquivo de memória com suas experiências, a ideia é que as crianças também possam expandir e vivenciar seus espaços cotidianos de formas diferentes, redescobri-los e reinventá-los.

Vamos propor atividades que provoquem encontros virtuais, pelos quais será possível conhecer o que se passa nos lugares onde está cada criança, e formar uma rede de comunicação e aprendizado.

Compartilhe a sua experiência com fotos ou vídeos no feed do instagram com a hashtag #ParquinhoLageficaemcasa ou marque @parquelage nos stories. Adoraríamos conferir como está o seu diário de bordo.

Neste momento consideramos que nada é mais importante que a saúde e a segurança de nossa comunidade. A reclusão é um ato de responsabilidade de todas e todos. Alinhados ao nosso papel educativo, na formação de artistas e públicos da cultura, durante toda a semana compartilharemos conteúdos digitais especialmente selecionados para que essa quarentena seja mais leve e acolhedora, com informações sobre artes visuais e cultura.


ATIVIDADE 6: ARTE DE VESTIR
Para crianças e suas famílias
Materiais sugeridos: roupas velhas, sucata, plásticos, cola, grampeador, materiais de costura, tinta, papéis diversos, pincel e canetinhas

Sabia que alguns artistas fazem trabalhos que podem ser vestidos?
Alguns desses trabalhos precisam estar em movimento para existir, outros quando são vestidos transformam as nossas sensações ou o nosso corpo, mudam a nossa relação com o espaço ou com as outras pessoas, fazem a gente se tornar outras coisas e viajar para outros lugares.

Invente uma arte de vestir.

– Recolha na sua casa roupas velhas suas e dos adultos: camiseta, calça, camisa, casaco, chapéu, meia, cueca… Elas se transformarão em outras vestimentas.

– Você também pode criar uma arte de vestir só com sucatas.

– Pense o que poderia acontecer ao vestir essa arte: o que mudaria em você ou no espaço que você está? Que transformações ela provocaria?

– Sobre as roupas velhas ou sucatas que você separou: pinte, costure, desenhe, escreva e cole os itens necessários para a composição dessa vestimenta.

– Quando terminar de aplicar todos os itens, deixe o seu trabalho secar pelo tempo que precisar, e antes de vesti-lo verifique se todos os objetos estão bem fixados.

– Sua arte ficou pronta? Use ela quando quiser.

Se você quiser saber mais sobre artes de vestir conheça os trabalhos: Objeto-Performance (Rafael Bqueer, 2019), Lyz Parayso e Augusto Braz (Fato- Indumento, 2015), Novos costumes(Laura Lima, 2007), Parangolé (Hélio Oiticica, fim da década de 1960), Série Roupa-Corpo-Roupa: O Eu e o Tu (Lygia Clark, 1967-1969 ), Manto da apresentação (Bispo do Rosário), New Look (Flávio de Carvalho, 1956 ) e o os trabalhos do coletivo Kongo Astronauts.

Descubra com quais materiais foram feitos esses trabalhos. O que acontecia quando eram usados? Por quem foram usados? Quando?

Compartilhe a sua experiência com fotos ou vídeos no feed do instagram com a hashtag #ParquinhoLageficaemcasa ou marque @parquelage nos stories. Adoraríamos conferir como está o seu diário de bordo.