EAV Parque Lage

Professores

APRESENTAÇÃO

PÓS-GRADUAÇÕES:
01. PLANEJAMENTO E PRODUÇÃO DE EXPOSIÇÕES
02. ESPECIALIZAÇÃO EM CRÍTICA
E CURADORIA DE ARTE


PROFESSORES

› Pós-graduação 2019
› Pós-graduação 2018/2019

PROFESSORES

Ana Madureira de Pinho – Jornalista e diretora da Diadorim Ideias. Dirigiu e coordenou a pesquisa histórica e o levantamento das atrações culturais do Mapa de Cultura do Rio em parceria com a Secretaria de Estado de Cultura. Também está à frente do portal Cultura.rj. Trabalhou em importantes veículos de comunicação, como o Jornal do Brasil (1985-1998), Manchete e o Jornal O Dia e agências como a CDN-Companhia de Notícias; In Press e Basi-Edelman. Em comunicação corporativa, coordenou o atendimento a clientes como Bradesco Seguros, Coca-Cola, Mc Donald’s e CST – Companhia Siderúrgica de Tubarão.

Alexandre Diniz – é bacharel em belas artes pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), pós-graduado em gestão de museus pela Universidade Candido Mendes, professor de arte da escola SESC. Possui experiência nas áreas de expografia, restauração de patrimônio material, arte-educação, mediação em museus e centros culturais e curadoria educativa. apresenta trabalhos autorais como artista.

Daniela Chindler – É diretora da Sapoti Projetos Culturais, que promove ações de incentivo à leitura e projetos educativos de museus, centro culturais e sítios históricos. Foi coordenadora geral do Programa Educativo do CCBB Rio por 12 anos e nos últimos 4 anos coordenou também o CCBB Educativo de São Paulo, BH e DF. Atualmente é consultora do programa educativo do Museu Judaico (SP) e do educativo do Museu do Meio Ambiente (RJ).

Evelyn Grumach – Graduada em desenho industrial e programação visual pela ESDI, em 1973. Professora de design gráfico na Pontifícia Universidade Católica PUC-Rio. Integrou a equipe de Aloísio Magalhães de 1972 a 1978. Funda o eg.design em 1997.

Fernanda Lopes – Doutora pela Escola de Belas Artes da UFRJ, atua como curadora assistente do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro. É organizadora, do livro Francisco Bittencourt: Arte-Dinamite (Tamanduá-Arte, 2016), e autora dos livros Área Experimental: Lugar, Espaço e Dimensão do Experimental na Arte Brasileira dos Anos 1970 e “Éramos o time do Rei” – A Experiência Rex (Prêmio de Artes Plásticas Marcantonio Vilaça, Funarte, 2006). Curadora da Sala Especial do Grupo Rex na 29a Bienal de São Paulo (2010). Em 2017 recebeu o prêmio da Associação Brasileira dos Críticos de Arte 2016 pela curadoria de exposição Em Polvorosa – Um panorama das coleções MAM-Rio.

Hugo Houayek – Artista visual e doutor em Linguagens Visuais no programa de pós-graduação em Artes Visuais da Escola de Belas Artes na UFRJ. Foi professor substituto no curso de Artes Visuais na EBA na UFRJ. Expõe regularmente desde 2002 e possui publicados os livros Pintura como Ato de Fronteira (Ed. Apicuri – 2011) e Palácio (Ed. Apicuri – 2012).

Jorge Sayão – Doutor em História Social da Cultura na PUC-RJ. Visiting Scholar para a Brown University. Pesquisou sobre Morandi no Dipartimento di Arti Visive da Universidade de Bolonha, Itália. Atualmente é doutorando no Departamento de filosofia da UFRJ. Crítico de arte e curador independente.

Julio Cezar de Oliveira Braga – Advogado graduado pela UERJ, com especialização em Direito Privado pela UFF, mestre em Psicanálise, Saúde e Sociedade pela UVA, sócio titular do Escritório Oliveira Braga Advocacia.


Luiz Ludwig – Designer e professor. Mestre em Design Gráfico pela universidade Maryland Institute College of Art, Estados Unidos. Foi responsável pelo design interativo da exposição “Visões na Coleção Ludwig” no CCBB–SP assim como responsável pelo design expográfico da mesma exposição no CCBB–RJ e MG. Em 2017, junto com Barbara Castro, desenvolveu na Galeria BNDES–RJ a exposição “Vamos Comer”. É idealizador da exposição “Existência Numérica”, que aconteceu no Oi Futuro Flamengo (RJ) em outubro de 2018.

Maria Luiza Mello – Formada em História pela USP e História da Arte pela Sorbonne (Paris I), possui pós-graduação em História da Arte e Arquitetura do Brasil pela PUC-Rio. Desde 2000, atua como produtora executiva de exposições como Restropectiva Cildo Meirelles (MAM-RJ, 2001), Rachel Whiteread (MAM-RJ, 2003), Yanomami, O Espírito da Floresta (CCBB RJ, 2004), Janaina Tschäpe e Luiz Zerbini (Espaço Maria Bonita SP, 2005) e Espaço Urbano x Natureza Intrínseca (Espace Tophographie de l’Art, Paris, França, 2005).

Marisa Mello – Possui doutorado em história pela UFF e pós-doutorado no Programa de Pós-graduação em Cultura e Territorialidades (PPCult), na UFF, onde trabalhou como professora, orientadora e pesquisadora. Também aborda os seguintes temas: história e literatura, cultura, intelectuais, leitura. Dedica-se à criação, elaboração, planejamento, coordenação e gestão de projetos culturais e educativos; produção na área de artes plásticas. Atua também como coordenadora e produtora editorial de publicações, como livros e catálogos, desde 2008.

Max Perlingeiro – Editor e empresário no setor de cultura. Diretor das empresas Pinakotheke Cultural, Rio de Janeiro, RJ, Pinakotheke São Paulo, SP, e Multiarte em Fortaleza, CE. É especialista na administração de relevantes coleções particulares no Brasil. Membro do Conselho do Museu da Imagem e do Som e Paço das Artes de São Paulo, SP, e membro associado do Instituto Lina Bo e P. M.Bardi, São Paulo, SP.

Paulo Sérgio Duarte – Pesquisador do Centro de Estudos Sociais Aplicados / Cesap da Universidade Candido Mendes. Foi Assessor-Chefe do RIOARTE (1983-85) e primeiro diretor geral do Paço Imperial / Iphan, de 1986 a 1990, responsável pela sua implantação como um centro cultural.

Rogério Emerson Magalhães – Ministra aulas de “Iluminação para Artes”, faz coordenação técnica no Centro de Artes da Maré.

Teresa Karabtchevsky – Diretora da Diadorim Ideias desde 2006. Dirigiu e coordenou o trabalho fotográfico e de produção e edição de vídeos do Mapa de Cultura do Rio de Janeiro, em parceria com a Secretaria de Cultura do Estado, e está à frente do portal Cultura.rj. É jornalista, com passagens por importantes veículos da Grande Imprensa, como O Globo, Globo Online, onde editou a Rio, a TV Globo e o Jornal do Brasil, onde foi chefe de reportagem do Caderno B e editou os cadernos de turismo e informática.

Ulisses Carrilho – é curador da Escola de Artes Visuais do Parque Lage e ex-aluno da mesma escola. Pós-graduado em Economia da Cultura (UFRGS), estudou Comunicação Social (PUCRS) e Letras – Português/Francês (UFRGS). Iniciou sua trajetória como assistente de direção do Museu de Arte Contemporânea do Rio Grande do Sul. Integrou a equipe de relacionamento institucional da Fundação Bienal do Mercosul (Porto Alegre) e da galeria Rolando Anselmi (Berlim, Alemanha). Desde 2015 trabalha na Escola de Artes Visuais do Parque Lage, com Lisette Lagnado, como assistente de direção e curador assistente. Em 2018, assumiu a curadoria de Ensino e Programa Público da escola. Vive no Rio de Janeiro.

Valéria Sallenas – Pós-graduação em Preservação de acervos de C & T – pelo MAST (2011). Conservadora e restauradora no MNBA (2005 a 2013). Gerência do Setor de Apoio Técnico – Divisão de Restauração – do Arquivo Geral do RJ (2014). Perita da alfandega no Aeroporto do Galeão. Ministra curso de Courrier e laudos técnicos de estado de conservação de obras de arte. Trabalha com vistoria, coleta e devoluções de obras de arte no RJ para as exposições realizadas no MASP.

 


ORGANIZAÇÃO