EAV Parque Lage

PRÁTICAS ARTÍSTICAS DE VIDA | TURMA 1 & 2

Professor: ANNA COSTA E SILVA

Curta Contínuo
Turma 1: 11 de janeiro a 06 de dezembro. Segundas, de 19h às 22h
Turma 2: 12 de janeiro a 07 de dezembro. Terças, de 19h às 22h
R$ 380,00 / mês

butao_matriculabutao_matriculabolsa

*Leia atentamente todas as normas de matrícula antes de se inscrever. Clique aqui.
A matricula online não oferece desconto. A política de descontos só é oferecida na matrícula com pagamento via boleto bancário.

SOBRE 

Laboratório vivencial-online sobre as relações entre práticas artísticas e narrativas pessoais com ênfase no desenvolvimento dos projetos de cada participante. Tendo a escuta e a experimentação individuais e grupais como principais metodologias, buscaremos um olhar atento para as questões que movem cada indivíduo – de que forma suas narrativas emergem? Quais as linguagens e caminhos apropriados para cada projeto? Além disso, o período do distanciamento social, as novas imposições cotidianas, a relação com a casa e o autocuidado serão pensadas como provocações possíveis para outros desdobramentos de artevida e para a criação de um campo afetivo que dê suporte para o fazer artístico.

CONTEÚDO

A ênfase do curso será no desenvolvimento dos projetos de cada alune – em sua construção poética e seu olhar – e também nas relações possíveis entre arte e vida em tempos de confinamento social e instabilidade. Pensaremos juntes sobre diversas questões, como estrutura narrativa, corpo, memória, trauma, escuta, a relação entre público e privado, arte e cura, criação de partituras, cuidado, manutenção, visibilidade e invisibilidade, autorrepresentação, autoficção, redes sociais, lugar de fala, feminismo, narrativas decoloniais, práticas documentais e interseções entre cinema, teatro e artes visuais.  Estudaremos projetos e textos de artistas como Linda Montano, Tehching Hsieh, Mierle Ukeles, Judy Chicago, Sophie Calle, Tino Sehgal, Ana Pi, Pilvi Takala,Eleonora Fabião, Fluxus, Bill Viola, Pope L, Marina Abramovic, Ulay, Bas Jan Andersen, Virgínia de Medeiros, Grada Kilomba, Cindy Sherman, Ian Wilson, Aleta Valente, entre outrxs.
As aulas serão divididas entre o acompanhamento dos projetos e processos de alunes e apresentação de conteúdo artístico relacionado ao tema artevida e aos trabalhos apresentados. A cada semana, serão passados exercícios, que deverão propor a ressignificação de elementos cotidianos, criação de partituras individuais e de processos coletivos, micro performances e rituais, visando o estabelecimento de uma prática artística regular e intensa. Através do contato profundo com o próprio fazer, pretendemos abrir caminhos para novas sinapses e afetos diante do caos. No início do semestre, focaremos no conteúdo teórico e na experimentação a partir dos exercícios. No final do semestre, cada alune deverá desenvolver um projeto artístico de conclusão, sendo as últimas aulas dedicadas ao acompanhamento dos projetos.

DINÂMICA

Exercícios semanais com acompanhamento coletivo em aula
Compartilhamento de referências semanais com debates coletivos em aula
Acompanhamentos individuais com debates coletivos em aula.

PÚBLICO

Indicado para pessoas interessadas em desenvolver processos artísticos e para pessoas com processos artísticos em andamento.
Não exige conhecimentos prévios.

REFERÊNCIAS

CALLE, Sophie. The address book. Editora Sigilo, 2012
CLARK, Lygia, OITICICA, Helio. Cartas. Editora UFRJ, 1988.
COTRIM, Cecília e FERREIRA, Glória (Org). Escritos de artistas, anos 1960 e 1970. Editora Zahar, 2006
FABIÃO, Eleonora e LEPECKI, André. Ações Eleonora Fabião. Itaú Cultural, 2015
HSIEH, Tehching e HEATHFIELD, Adrian. Out of now: The Lifeworks of Tehching Hsieh. Live Art Development Agency and The MIT Press
KILOMBA, Grada. Memórias da Plantação. Editora Cobogó, 2019
MONTANO, Linda. You are too a performance artist. Art in everyday life. SITE Santa Fé
ULAY. Whispers – Ulay on Ulay. Valiz Foundation
RILKE, Rainer Maria. Cartas a um jovem poeta. Antígona, 2016
Coração de cachorro. Direção de Laurie Andersen, 2016
Jogo de Cena. Direção de Eduardo Coutinho, 2007

RECURSOS NECESSÁRIOS

Acesso à internet; computador ou celular com câmera

SECRETARIA 

Todos os cursos online e presenciais emitem certificado; a política de descontos só é oferecida na matrícula com pagamento via boleto bancário.

ANNA COSTA E SILVA
Rio de Janeiro, 1988. é artista visual, diretora e professora. Seus projetos acontecem nas interseções entre artes visuais, cinema, artes cênicas e práticas relacionais e se materializam em instalações, filmes, sons ou situações efêmeras. Mestra em Artes Visuais pela School of Visual Arts, NY, recebeu prêmios como FOCO Bradesco ArtRio, Bolsa Funarte de Produção Artística e American Austrian Foundation Prize for Fine Arts. Foi indicada ao Prêmio PIPA 2018 e 2020 e finalista do Prêmio Marcantonio Vilaça 2019. Entre suas exposições individuais destacam-se “Assíntotas” na Caixa Cultural, “Éter” no Centro Cultural São Paulo, “Púrpura”, uma experiência móvel pela cidade do Rio de Janeiro e “Ofereço companhia” na Galeria Superfície. Participou de coletivas em instituições e galerias como Casa França Brasil, Parque Lage, Pivô Pesquisa, A Gentil Carioca, Oi Futuro, Casa Triângulo, BienalSur, Buenos Aires, Art In Odd Places, NY, Contemporary Art Center, Lituânia, entre outras. Dirigiu a série documental “Olhar” sobre artistas visuais brasileiros para o Canal Arte1. Tem trabalhos em coleções públicas e privadas, entre elas o Museu de Arte do Rio. Em 2020, foi ganhadora do 1o prêmio de residência Terremoto Ubisoft.