Prêmio Tatuagem Urbana

tatuagem-urbana

A Escola de Artes Visuais (EAV) do Parque Lage lança o Prêmio Tatuagem Urbana, dedicado a um dos ícones do Rio de Janeiro e patrimônio artístico tombado pelo IPHAN: as calçadas portuguesas. Estas calçadas estão de tal forma incorporadas no imaginário do nosso povo que seus desenhos foram apropriados pelo design, pela arquitetura, por artistas e criadores de moda, entre outros segmentos. O prêmio envolve a criação de um desenho a ser destinado à confecção da calçada em pedra portuguesa em frente ao Museu Histórico Nacional, na região da Praça XV.

Podem participar ex-estudantes da EAV Parque Lage que tenham se matriculado por pelo menos um semestre em 2014 e os estudantes que tenham frequentado o primeiro semestre completo, em qualquer curso, no ano corrente (seminários dos níveis I e II dentro da formação gratuita, ateliê ou curso livre, exceto cursos de curta duração) e estejam adimplentes com as mensalidades (no caso de cursos pagos). O vencedor receberá treze mil e quinhentos reais e os custos de produção da calçada serão de responsabilidade dos organizadores. No dia 30 de julho será anunciado o projeto vencedor, sendo que a inauguração da nova calçada está prevista para o final de agosto.

Com o prêmio, a Escola de Artes Visuais do Parque Lage amplia seu lugar de atuação para espaços extramuros e permite que seus estudantes realizem um trabalho em escala pública. A iniciativa permite ainda aos estudantes da EAV uma inserção na vida urbana do Rio de Janeiro, no momento em que a cidade vem transformando sua paisagem e, consequentemente, a circulação da população.

O Prêmio Tatuagem Urbana faz parte das celebrações dos 450 anos da Cidade do Rio de Janeiro e tem parceria da Prefeitura do Rio de Janeiro e Secretaria de Conservação da cidade. A iniciativa, com patrocínio do Governo do Rio de Janeiro, da Secretaria de Estado de Cultura e da Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro, integra um amplo projeto – organizado pela produtora Das Lima – que abrange a exposição “Tatuagens Urbanas e o Imaginário Carioca” no Museu Histórico Nacional, um curso de aperfeiçoamento em mão de obra para calceteiros – profissionais que desenvolvem a técnica do calçamento em pedras portuguesas – com professores vindos de Lisboa, e, ainda, um seminário que discutirá mobilidade e acessibilidade, com o objetivo de discutir soluções que adaptem as calçadas, patrimônio histórico e identidade cultural da cidade e os novos desafios de mobilidade com a gentrificação das cidades.

Para participar, baixe aqui:
Convocatória RETIFICADA [02/07/2015]
Regulamento RETIFICADO [02/07/2015]
Declaração de Direitos Autorais

 

CONVERSA SOBRE AS CALÇADAS PORTUGUESAS
No dia 30 de junho de 2015terça-feiraàs 19h, o mestre calceteiro Fernando Fernandes, vindo diretamente de Lisboa, Portugal, é o nosso convidado especial para apresentar as técnicas e modos de produção dessa arte urbana. O encontro faz parte da promoção do Prêmio Tatuagem Urbana, destinado aos estudantes e ex-estudantes da Escola de Artes Visuais do Parque Lage que tenham frequentado ao menos um semestre em 2014 ou 2015.

Conversa aberta ao público.