Exercício experimental da liberdade

Exercício experimental da liberdade

Exercício experimental da liberdade. 3NÓS3. Interdição, 1979

PROGRAMA DE FORMAÇÃO GRATUITO 2019
Programa de formação em arte com o intuito de apresentar elementos das teoria e histórias da arte para até 25 bolsistxs. Os estudantes não necessitam ter qualquer conhecimento prévio ou experiência profissional no campo das artes. Com duração de 9 meses (abril-dezembro de 2019), é configurado por quatro cursos regulares que acontecem ao longo de dois semestres. Essa formação tem como compromisso apresentar as narrativas da arte contemporânea em sua complexidade e pluralidade, com o desejo de borrar os limites entre as linguagens da arte e possibilitar um ambiente de experimentação livre.

EXERCÍCIO EXPERIMENTAL DA LIBERDADE
O título deste programa propõe-se dúbio, vacilante. O programa parte de uma possibilidade de atualização (ou livre interpretação) – a partir das urgências da contemporaneidade – do termo exercício experimental da liberdade em aulas que se configuram em dois módulos semestrais. Muito embora esta frase seja largamente repetida e remeta à autoria de Mario Pedrosa, pensamos que para alunos que serão apresentados à teoria ou história da arte, ela deve ser antes de tudo exercitada. Ou seja: um programa que busca valer-se de uma possível singularidade do pensamento de arte brasileiro para aprender a partir destes exercícios. Importa, de maneira crítica, apresentar as narrativas que conformaram aquilo que a arte contemporânea incluiu e excluiu de seus cânones.
Como profissionais da arte e da cultura, gostaríamos de esgarçar as possibilidades em vez de apontar quais as alternativas possíveis.

Curso composto por quatro módulos concomitantes por semestre:
Corpos – Tempos – Discursos – Deslocamentos

Corpos
Por meio do corpo como suporte, será possível questionar a lógica de representação e exercitar uma ideia de conhecimento que é perpassada por individualidades e coletividades. A partir daquilo que é real, daquilo que nos constitui, poderemos investir em metodologias que privilegiam os saberes do corpo e da oralidade.

Tempos
Uma investida na história da arte que contrapõe-se à linearidade da história. Pensando-a mais capilar, como uma espécie de franja, polifônica, limitada, pronta para ser esgarçada. A ideia é que as narrativas sejam apresentadas como tropeços, relações entre as diversas linguagens da arte e de maneira transhistórica. Desta maneira pretendemos oferecer uma contemporaneidade encharcada no passado, nas suas potências, mas também em suas invisibilizações.

Discursos
Por meio de escritos de artista, a ideia é que possamos investigar o artista a partir de seu papel público, de sua função social. Numa investida de leitura dos textos que marcaram as narrativas que compuseram a história da arte, realizaremos leituras críticas e compartilhadas. Aqui interessa também a articulação coletiva da autoria, que questione a própria unidade, o indivíduo. Como artistas puseram sua voz de maneira pública e coletivizaram seus anseios em torno de um certo espírito do tempo.

Deslocamentos
Proposição de exercícios de invenção e criação que partam de diferentes eixos conceituais e diferentes saberes para articular a ideia de arte à ideia de cultura. Seriam a invenção e a criação privilégio dos artistas? Com certeza, não. Por meio de práticas que apostam na experiência e no sensível, na imaginação e na escuta, que borram a ideia de escrita ou desenho, vamos articular um laboratório de experimentação do que é ou pode ser considerado arte, principalmente arte contemporânea, seja pelo esgarçamento provocado pela matriz conceitual das artes, sua desmaterialização, seja pela forte contribuição dos ativismos instaurando na arte um lugar potente para a transformação social.

Metodologia
Cursos intensivos, encontros de formação teórico-prática que serão ministrados por professorxs de diferentes áreas do conhecimento, instigados a contribuir com a formação do grupo a partir da questão central do curso em interseção com suas pesquisas e experiências.

Entrevistas públicas mensais com professores artistas da Escola de Artes Visuais do Parque Lage, encontros pensados para a troca de saberes com os artistxs formadores a partir de seus campos de investigação poética. São encontros que buscam a convivência com a Escola na sua integralidade, pensando-a como um laboratório e espaço para interlocução entre diferentes gerações, linguagens, interesses e estratégias político-poéticas.


Cronograma
PERÍODO DE CANDIDATURA: 8 a 25 março 2019
DIVULGAÇÃO DO RESULTADO: 1 abril 2019 [NOVA DATA, devido a grande quantidade de inscrições]
INÍCIO DAS AULAS: 11 abril 2019 [NOVA DATA, devido às fortes chuvas]


Organização e periodicidade
O programa é presencial e tem caráter intensivo, com encontros divididos ao longo de um ano letivo entre os meses de abril e dezembro, de segunda a quinta, pelas manhãs (10h-13h) na Escola de Artes Visuais do Parque Lage.

O que precisa para se candidatar:
Os temas e módulos do curso poderão contribuir para formação de estudantes, pesquisadores, educadores e demais interessados em teoria e história da arte. Um importante pré-requisito para participação é o interesse pela leitura e pela pesquisa em grupo.

Para realizar a candidatura é necessário preencher o seguinte formulário*: clique aqui.
Com os seguintes anexos:
1) Currículo
Obs: o currículo deverá estar hospedado em alguma plataformas on-line, pois o formulário não aceita anexos, apenas links.
O formulário de candidatura ficará disponível até às 23h59 do dia 25 de março. Não haverá prorrogação do prazo. Não aceitaremos candidaturas fora do cronograma definido.
2) Todxs que se candidatarem serão avaliadxs.
3) No processo seletivo levaremos em conta diversidade de gênero, social e étnico-racial. Nosso interesse é pela constituição de um grupo com interesses e temas de pesquisa plurais. Ressaltamos ainda que esses critérios também se aplicam ao corpo de professorxs – cuja conformação do programa considera também, na escolha do corpo docente, a importância da experiência inter-geracional.
4) Antes de enviar sua candidatura, avalie sua disponibilidade de tempo para iniciar e permanecer no curso.
5) Toda participação no programa é gratuita.
6) Por sua vez, os custos com passagem, alimentação e moradia são de responsabilidade dx bolsistx.
7) Informações e dúvidas podem ser enviadas para o e-mail: formacao.eavparquelage@gmail.com

*Todos esses envios deverão ser feitos exclusivamente pelo formulário de inscrição.


Lista de selecionadxs:

Andrea Santos de Almeida
Bruno Magliari
Camila Regina da Silva Pinheiro
Charles Cesar Pereira da SIlva
Daniela Carvalho Avellar
Daniela Matera Lins
Diana Gonçalves Vieira de Jesus
Eduarda Borowicz Senise Ferreira
Eleonora Miranda Artysenk
Frederico Vasconcellos Tauil
Gabriela Serfaty
Ian Robert Coelho de Farias
Igor Bahia
Isabel Serrão Petri Henrique
Isabelle Cristina Gomes da Rocha
Juliana Costa Quaresma
Julio Ricardo Menezes Silva
Lucas José de Carvalho dos Anjos
Lucas Menezes Cypriano
Lucas Sales Barbosa da Silva
Mariah Rafaela Cordeiro Gonzaga da Silva
Rafael Cristiano Ferreira de Amorim
Rafael Maciel Simões
Ubiratan Teixeira Bilino
Vinicius Monte Magalhães


Concepção
ULISSES CARRILHO
FERNANDA LOPES

Coordenação de ensino
GLEYCE KELLY HEITOR