EAV Parque Lage

Até 19 de junho: projeto Hospedar Movimento

Até 19 de junho: projeto Hospedar Movimento

A Escola de Artes Visuais do Parque Lage, o Ministério do Turismo, a Secretaria Especial de Cultura e o Instituto Cultural Vale apresentam:

 

HOSPEDAR MOVIMENTO
Exposição na Biblioteca com visitação gratuita / Horário de funcionamento: de 10h às 18h, de segunda a quinta-feira, de 5 de maio a 19 de junho. Excepcionalmente no mês de maio de 2022, a Biblioteca não abrirá às terças-feiras e funcionará de 13h às 18h nas quintas.

Em exposição aberta aos visitantes entre os dias 5 de maio e 19 de junho, a Biblioteca | Centro de Documentação e Pesquisa investiga momentos em que a EAV contribuiu para a ampliação de narrativas de outras instituições. O projeto Hospedar Movimento mostra como temas-chave nos dias de hoje, como memória e igualdade, estiveram pautados em eventos ao longo da história da escola. 

A documentação selecionada passa por décadas distintas, sobre temas variados. As manifestações em torno da reconstrução do Museu de Arte Moderna (MAM), após o incêndio de 1978, são um exemplo emblemático dessa relação. Sobre o episódio há cartas do comitê de reconstrução, recortes de jornal, um artigo de Mario Pedrosa imaginando como seria o novo MAM e um desenho de Rubens Gerchman, em forma de protesto.

Ao entrar na biblioteca, os visitantes da EAV são apresentados a uma coletânea de capas do “Jornal Lampião”. O periódico publicado por Francisco Bittencourt entre os anos de 1978 e 1981, que teve suas primeiras edições impressas na escola, representa uma importante frente de luta do movimento homossexual brasileiro, mas também da resistência de comunidades indígenas, de movimentos afro-brasileiros e feministas. Em outubro de 1989, o espaço receberia a primeira exposição póstuma de Arthur Bispo do Rosário, morto em julho. Um catálogo em forma de jornal dá a dimensão da obra do artista. Mais recentemente, em 2018 e 19, o Slam das Minas ocupou o Palacete com o objetivo de aumentar a visibilidade e a aceitação de corpos que exibem um padrão não hegemônico. 

“Hospedar Movimento” retoma um projeto que teve duas edições antes da pandemia, ambas em 2019. A primeira foi “Hospedando Lélia Gonzalez”, relembrando o primeiro curso de cultura negra da EAV, em 1976, ministrado pela antropóloga e professora da PUC-RJ que se tornou referência no Brasil. O segundo foi “Hospedando Eco-Sensorial”, que revisitou a exposição “Eco-Sensorial – extrativismo urbano”, realizada em 1992 pelos artistas da EAV em diálogo com a ECO-92.

“Hospedar Movimento” representa a retomada das atividades mais amplas da biblioteca, observa Rúbia Luiza da Silva, bibliotecária da EAV. “Depois de dois anos sem nenhuma atividade interna neste espaço, a gente reabre lembrando que este é um local não só voltado ao estudo e ao silêncio, ele tem vocação como espaço cultural, a partir do resgate da memória”.

 

Data: 5 de maio a 19 de junho
Em maio: Segundas e quartas de 10h às 18h. Quintas de 13h às 18h. Excepcionalmente a biblioteca não funcionará nas terças de maio.
Em junho: de segunda a quinta de 10 às 18h, até o dia 19.
Entrada gratuita. A Biblioteca | Centro de Documentação e Pesquisa está situada no Palacete da EAV Parque Lage. Para visitar o local é necessário realizar um agendamento prévio pelo site: eavparquelage.rj.gov.br/horarios-de-visitacao

 


O projeto “Hospedar Movimento” integra o plano anual de atividades da Escola de Artes Visuais do Parque Lage, que conta com o patrocínio do Instituto Cultural Vale por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.