WORKSHOP DESENHO COMO GESTO

WORKSHOP DESENHO COMO GESTO

imagem: Helena Gomes A fuga, 2018

Professores: Bia Amaral & Jac Siano

Férias 2019
14, 16, 21 e 23 de janeiro
16:00 – 19:00
R$ 380,00/mês
Valor da taxa de material R$30,00
 

O que é desenhar? Quais os meios, suportes e ideias que perpassam esse gesto tão remoto quanto nossa primeira escrita? Pensando numa possível conexão entre todas as coisas do mundo, o curso DESENHO COMO GESTO investiga a “linha orgânica” descoberta pela artista Lygia Clark e presente nas mais diversas arquiteturas – corpo, casa e natureza.

A fim de instigar nos participantes um impulso criativo e um olhar ampliado sobre o fazer, os encontros investem na afirmação do desenho como gesto.
Com duração de quatro encontros, o curso inclui caminhadas nas áreas interna e externa da EAV e o uso de materiais diversos que extrapolam os meios tradicionais do desenho como lápis e papel, sem abandoná-los.

Materiais:
Barbante, grafite pleno, nanquim, caneta esferográfica, lápis grafite, bloco de notas, papéis variados entre outros.

Bibliografia
CLARK, Lygia. 1956. Disponível em: http://www.lygiaclark.org.br/arquivo_detPT.asp?idarquivo=7
O Vazio-pleno. Jornal do Brasil, 02 de abril de 1960. Rio de Janeiro, Suplemento dominical, p. 5.
GULLAR, Ferreira. Lygia Clark: Uma experiência radical (1954-1958)

Bia Amaral
é natural da cidade do Rio de Janeiro, onde vive e trabalha. Graduada em Projeto Gráfico pela Escola de Belas Artes da UFRJ, cursou desenho e teoria no MAM-RJ, litografia, serigrafia, fotografia e pintura na Escola de Artes Visuais do Parque Lage e gravura em metal na PUC-Rio. Recebeu o prêmio Estágio de Gravura no Salão de Arte Contemporânea de Pernambuco em 1987. Ministrou cursos de gravura no MAM-RJ, Sesc Tijuca e na Mostra Rio Gravura em 1999. Desde 1993 é professora da Escola de Artes Visuais do Parque Lage e faz parte da equipe que em 1998 implantou o NAT_EAV. Já expôs no Brasil e no exterior.

Jacqueline (Jac) Siano
é artista. Doutora em Artes na linha de pesquisa Processos Artísticos Contemporâneos pelo PPGArtes-UERJ. Inicia sua formação em artes na década de 1990 na Escola de Artes Visuais do Parque Lage (EAV-Parque Lage), onde atua como professora desde 2005. A artista vive e trabalha na cidade do Rio de Janeiro, e tem participado de exposições individuais e coletivas regularmente. No momento desenvolve pesquisa sobre as relações entre arte e cultura contemporânea, destacadamente sobre o lugar do artista viajante urbano.